Mossoró/RN, 23 de Setembro de 2021

Palheiros reverte desvantagem de 2 a 0, vence Bom Jesus nos pênaltis e conquista título

A final do Campeonato de Futebol do Sítio Pereiros, em Upanema, contou com uma reviravolta incrível. O Palheiros conquistou o título, neste sábado (20), depois de estar perdendo por 2 a 0 e marcando o gol de empate, que forçou a disputa por pênaltis, já nos acréscimos do segundo tempo.

O Palheiros teve problemas antes mesmo de a bola rolar. Por conta das chuvas, vários jogadores se atrasaram e o time da zona rural de Upanema começou a partida com um jogador a menos e com o meia Rafael improvisado no gol.

O Bom Jesus começou a decisão partindo pra cima e não abriu o placar logo por conta de boas defesas de Rafael. Mas de tanto insistir, o representante de Campo Grande fez 1 a 0 ainda no primeiro tempo, com o artilheiro Teté Fernandes.

Já com o tempo completo, o Palheiros tentou partir pra cima no segundo tempo em busca do empate. Mas foi o Bom Jesus que ampliou o marcador, em mais um gol de Teté Fernandes.

Com uma boa vantagem construída, o Bom Jesus passou a jogar nos contra-ataques e desperdiçou várias oportunidades de ampliar o resultado e garantir a vitória e o título.

Quando a conquista já parecia certa, o time de Campo Grande começou a ser castigado. Marfan arriscou um chute despretensioso de meia distância e o goleiro acabou aceitando.

O jogo ficou quente e foi paralisado por uma grande confusão, que culminou com a expulsão de um jogador de cada time.

O Bom Jesus já esperava o apito final do árbitro para comemorar o título, quando o Palheiros chegou ao empate, já nos acréscimos da etapa final. Numa cobrança de falta ensaiada, Josimar acertou um chute de fora da área e decretou o empate, levado a definição do campeão para os pênaltis.

Cabisbaixo, o Bom Jesus abriu a sequência de pênaltis com o goleiro Marcos Fernandes desperdiçando a cobrança, numa bela defesa de Leizinho.

Rafael bateu o primeiro pênalti do Palheiros, cobrando o meio do gol e fazendo 1 a 0.

Rai foi para a segunda cobrança do Bom Jesus e isolou a bola, batendo por cima do travessão.

O título então ficou nos pés do jovem atacante Fernando. E ele cobrou e fez 2 a 0 para o Palheiros, para a alegria da torcida de Upanema.

A boa arbitragem da final ficou por conta de Cléber Medeiros (Itajá) e José Genildo (Ipanguaçu).

*Com informações de José Estácio

Postado em 20 de abril de 2019