Mossoró/RN, 18 de Setembro de 2021

Brasil quer vender melão em troca de pescados e pera chinesa, diz Ministério

O Ministério da Agricultura quer usar um pedido do governo chinês para abrir mercado para o melão brasileiro no país asiático. O Ministério informou ao PORTAL DO OESTE que durante a reunião ocorrida nesta quarta-feira (15), a delegação chinesa pediu agilidade na resolução de pendências dos registros para exportação de pescados e pera e que, em troca, o Brasil quer vender melão para a China.

“Seria muito importante que caminhássemos com muitas habilitações, não só das proteínas animais, mas também sobre farelos, leite, frutas. Gostaria que essa parceria fosse constante e também os as assuntos do governo chinês, como peixe, frutas. Todos os assuntos bilaterais que temos em andamento”, disse a ministra Tereza Cristina, em reunião com o ministro da Administração-geral de Aduanas da China, Ni Yuefeng.

Presente na reunião, o maior produtor de melão do mundo, Luiz Barcelos, disse que o resultado não foi tão animador “como a gente gostaria que fosse”.

Ele disse que a questão para abertura do mercado chinês não é política, mas técnica. Barcelos destacou como ponto positivo a estipulação de prazos e datas para que o Governo Chinês analise dados que serão repassados sobre a segurança sanitária do melão brasileiro. “Existe uma restrição ainda com relação ao risco da mosca do mediterrâneo e nós já estamos demostrando que o melão não é hospedeiro. Nós vamos pedir a eles para fazer uma revisão dessa restrição para receber o nosso melão”, declarou, otimista.

Postado em 16 de maio de 2019