Mossoró/RN, 20 de Setembro de 2021

Governo Bolota já recebeu R$ 13 milhões a mais em royalties; oposição cobra aplicação

A oposição ao governo Antônio Bolota no município de Governador Dix-Sept Rosado tem feito constantes reclamações cobrando a aplicação dos recursos dos royalties. Os opositores do prefeito afirmam que está entrando muito dinheiro nos cofres do Município, mas não existem obras ou ações que mostrem a sua aplicação.

Pelo menos com relação ao crescimento dos recursos dos royalties, a reclamação da oposição tem sentido. De acordo com dados coletados pelo PORTAL DO OESTE no site da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o prefeito Antônio Bolota teve muito mais sorte com os royalties que o seu antecessor, o ex-prefeito Anax Vale. No atual governo, a entrada de recursos derivados da produção de petróleo e gás mais que dobrou, comparando com o que foi recebido na gestão anterior.

Conforme os dados oficiais da ANP, nos 29 meses iniciais do governo Anax Vale, de janeiro de 2013 a maio de 2015, a Prefeitura de Governador Dix-Sept Rosado recebeu R$ 10.895.405,66 em royalties, em média R$ 375.703,64 por mês.

Já no mesmo período da gestão Bolota, de janeiro de 2017 a maio de 2019, o volume é bem maior. Foram R$ 24.008.507,32 em 29 meses, média de R$ 827.879,56 por mês. Mais que o dobro em relação ao governo anterior, crescimento superior a 120% ou R$ 13.113.101,66 a mais.

Somente no ano de 2018, Bolota recebeu mais recursos que Anax em dois anos e cinco meses de gestão. E ainda com 19 meses de mandato a cumprir, o atual prefeito já recebeu mais dinheiro que o seu antecessor em quatro anos. Em 48 meses de sua última gestão, Anax recebeu R$ 19.389.038,69.

Para Anax Vale, esses recursos estão indo para o ralo. “Não tem aplicação”, critica.

O vereador Genivaldo Felipe da Silva, conhecido por Brejeirinho, diz queBolota está usando esses recursos para inchar a máquina pública em troca de apoio político. “Na verdade, os recursos não estão sendo aplicados. Estão sendo usados para manter a máquina pública, o que é um grande erro da administração”, critica.

Brejerinho acrescenta que essas receitas extras deveriam ser usadas na infraestrutura de Governador. “Essa receita acabará um dia. O gestor tem que usar as receitas de forma correta, mantendo a máquina pública com as receitas certas”, acrescenta.

O PORTAL DO OESTE tentou falar com Bolota, mas não conseguiu.

Os dados usados na matéria são públicos e estão disponíveis no portal da ANP, no link http://www.anp.gov.br/royalties-e-outras-participacoes/royalties.

Postado em 27 de maio de 2019