Mossoró/RN, 19 de Outubro de 2021

Após pedido de exoneração do MP, PMM publica afastamento de servidora para tratamento

Após o Ministério Público do Rio Grande do Norte recomendar a exoneração de uma diretora de Unidade de Ensino Infantil que não estaria exercendo a sua função, a Prefeitura de Mossoró publicou o seu afastamento para tratamento de saúde.

O pedido de exoneração da servidora pública comissionada Valeska Morais Duarte da direção da Unidade de Educação Infantil Maria Leite de Lacerda Rocha foi feito no dia 10 de junho pela Promotora de Justiça Micaele Fortes Caddah, da 11ª Promotoria de Justiça da Comarca de Mossoró, após Inquérito Civil instaurado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) concluir que ela não exerce, com esmero, as atribuições do cargo.

Segundo o MPRN, em depoimento, a própria servidora pública relatou que assinava o livro de ponto após se ausentar da Unidade para acompanhamento da filha doente, mesmo sem apresentação de atestado médico.

A recomendação do MPRN naõ foi atendida e menos de um mês depois do pedido de exoneração, em 05 de julho, a Prefeitura de Mossoró publicou o afastamento de Waleska Morais Duarte para tratamento de saúde, até o dia 17 de setembro de 2019. Quem responde interinamente pela direção da UEI é Danielle Dangela da Costa Dantas.

Não informações sobre o início do afastamento médico na publicação no Jornal Oficial do Município. O PORTAL DO OESTE pediu essa informação, mas ainda não receber resposta.

Postado em 17 de julho de 2019