Mossoró/RN, 21 de Junho de 2021

PMM quebra ordem cronológica para pagar socorristas do SAMU e evitar paralisação

A Prefeitura de Mossoró decidiu quebrar a ordem cronológica para pagar socorristas terceirizados que atuam no Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU).

Para justificar o não cumprimento da ordem cronológica obrigatória para o pagamento de prestadores de serviços e fornecedores, a secretária municipal de Saúde, Maria da Saudade Azevedo Moreira Machado, argumentou que o não pagamento dos socorristas acarretará na paralisação das atividades e, consequentemente, em desassistência à população para os atendimentos de urgência e/ou emergência.

Com isso, foi autorizado o pagamento no valor de R$ 329.018,51 para a empresa ATHOS – Assessoria e Serviços de Terceirização.

Postado em 7 de outubro de 2019