Mossoró/RN, 19 de Outubro de 2021

Com pedido de empréstimo, Rosalba fica ainda mais parecida com Silveira

A gestão Rosalba Ciarlini na Prefeitura de Mossoró não tem sido muito diferente da anterior, de Silveira Júnior. Os serviços públicos continuam sangrando. Na saúde, por exemplo, falta até medicamentos dos mais simples; a infraestrutura tem obras lançadas em período eleitoral paradas aos montes; os buracos continuam espalhados pelas ruas da cidade; falta transparência nos atos públicos; e os salários continuam sendo pagos com atraso. Resumindo: a falta de gestão de Silveira teve continuidade com Rosalba.

E para ficar ainda mais parecida com o ex-prefeito, Rosalba tenta fazer, na reta final do seu mandato, o que Silveira não conseguiu: contrair um empréstimo de muitos milhões de reais.

Silveira Júnior tentou, sem sucesso, antecipar os recursos dos royalties. Rosalba, já sabendo que esse não é o caminho, está oferecendo os recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) como garantia.

Rosalba, assim como Silveira, não está preocupada com o presente e muito menos com o futuro de Mossoró. Até nisso eles estão parecidos. O que motivou o ex antes e a atual agora a buscar empréstimo é o simples desejo de se manter no poder.

Rosalba pode até não enfrentar os mesmo índices de rejeição do seu antecessor, mas sabe que o cenário político para 2020 é o pior de toda a sua carreira política. Por isso, a urgência de pegar esse empréstimo para, ao menos, maquiar Mossoró.

Com uma gestão pífia e colocando interesses pessoais bem acima dos públicos, Silveira fraquejou. Já o destino de Rosalba, o tempo dirá.

Postado em 16 de outubro de 2019