Mossoró/RN, 22 de Abril de 2021

Em mensagem, Rosalba admite fracasso e que Mossoró hoje é a mesma que ela encontrou há três anos

Ao contrário da governadora Fátima Bezerra, a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, não fugiu da leitura da mensagem anual do executivo na Câmara Municipal.

E a prefeita foi além. Admitiu que a Mossoró de hoje é a mesma que ela encontrou há três anos, quando assumiu o atual mandato.

Logo no início da mensagem, a prefeita recorre ao retrovisor e diz: “Encontramos a saúde em frangalhos; a malha viária um caos, a educação e equipamentos sociais sucateados, salários atrasados e dívidas gigantescas com o servidor, fornecedores e com o Instituto de Previdência do município”.

Logo, se avaliarmos a situação de hoje desses mesmo problemas listados por Rosalba, chegaremos à conclusão que nada foi feito por ela.

Para não sermos repetitivos, vamos listar os problemas do fim para o começo: a Prefeitura de Mossoró continua com dívidas gigantescas com o servidor, fornecedores e com o Instituto de Previdência do município; os salários continuam atrasados; a educação e equipamentos sociais continuam sucateados; a malha viária está um caos e a saúde permanece em frangalhos.

Inconscientemente, Rosalba, enfim, reconheceu que não foi capaz de retirar Mossoró do buraco e admitiu o fracasso que é a sua gestão.

Postado em 4 de fevereiro de 2020