Mossoró/RN, 21 de Abril de 2021

Projeto de Isolda propõe banco de dados sobre violência contra minorias

Projeto de lei da deputada Isolda Dantas (PT) dispõe sobre a criação de banco de dados sobre a violência praticada contra a juventude negra, mulheres, LGBT e moradores de comunidades pobres no Rio Grande do Norte. A parlamentar propõe a elaboração de relatórios detalhados com recomendações de políticas públicas a fim de diminuir ou prevenir a violência contra essas pessoas vulneráveis.

“Neste período, o Rio Grande do Norte ocupou noticiários do país inteiro com manchetes tristes e recordes desanimadores sobre a violência, chegando ao posto de estado da federação com a maior taxa de homicídios de jovens do País, segundo o Atlas da Violência de 2017”, preocupa-se a deputada.

A parlamentar lembra que em todo o cenário de violência há uma classe que é mais vítima que qualquer outra: “Trata-se do jovem potiguar, especialmente os jovens negros e negras e de padrões discriminados pela sociedade”, afirma Isolda.

A parlamentar também justifica que estudar a origem de toda a violência e delimitar o perfil das pessoas mais vulneráveis é priorizar as possibilidades de efetivar políticas preventivas. “É fundamental que haja um esforço conjunto para se coletar dados e informações primordiais à elaboração de políticas públicas eficientes e preventivas”, justificou.

Postado em 16 de março de 2020