Mossoró/RN, 22 de Abril de 2021

Mossoró registra primeira morte por Covid-19 no Rio Grande do Norte

Mossoró registrou na noite deste sábado (28) a primeira morte por Covod-19 no Rio Grande do Norte.

A vítima é o professor do Departamento de Química da Uern (Universidade do Estado do Rio Grande do Norte), Luís di Souza, de 61 anos.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a vítima tinha histórico de diabetes e teve contato com caso suspeito.

O paciente deu entrada em hospital privado na cidade de Mossoró no dia 21 de março, e na última sexta-feira (27), teve a confirmação que estava com a Covid-19, indo a óbito na noite deste sábado.

A morte de um potiguar por Covid-19 reforça o que tem sido recomendado diariamente: a população que pode deve ficar em casa e todos devem seguir as orientações das autoridades sanitárias e epidemiológicas. Esse período exige de cada um de nós consciência e responsabilidade.

Confira o currículo do professor:

Possui graduação em Engenharia Industrial Química pela Faculdade de Engenharia Química de Lorena (1987), mestrado (1992) e doutorado (1996) em Ciência e Engenharia dos Materiais pela Universidade Federal de São Carlos e pós-doutorado em catalise bioquímica pela EEL-USP. Atualmente é professor adjunto 4 do departamento de química e membro efetivo do mestrado em Ciências Naturais (MCN) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Tem experiência na área de Engenharia Química, com ênfase em Polímeros, na área ambiental com pesquisas em monitoramento da qualidade da água e energia na área de , nanomateriais, síntese de novos catalisadores heterogêneos para produção de combustíveis e na área de síntese e controle de qualidade de combustíveis. Tem 23 trabalhos publicados em periódicos internacionais, aproximadamente 100 trabalhos publicados em periódicos e sítios de circulação nacional e cerca de 400 trabalhos publicados em anais de eventos científicos da área de química ou correlata. Participa de projeto de extensão que monitora a qualidade das água do Rio Grande do Norte (programa água azul) e como consultor de assuntos ambientais do Ministério publico local. Também atua na área de educação em química desenvolvendo ações que facilitem a aprendizagem pelo uso de técnicas que utilizam as artes cênicas (teatro cientifico) e na formação continuada de professores de química. (

Postado em 28 de março de 2020