Mossoró/RN, 25 de Setembro de 2022

Apamim não vai adotar nenhuma medida especial após morte de funcionário por Covid-19

A Apamim não vai adotar nenhuma medida especial após a morte do técnico em enfermagem Luiz Alves de Brito Sobrinho, de 48 anos, por Covid-19 na noite desta quinta-feira (02), em Mossoró. A vítima era funcionário da Apamim, inclusive do Hospital Maternidade Almeida Castro.

Questionada se alguma medida seria adotada após a morte de um funcionário por Covid-19, a interventora da Apamim, Larizza Queiroz, se limitou a informar uma nota que tem sido usada por todos os hospitais, sem falar sobre qualquer ação reativa ao caso. “Todas as medidas determinadas pela visa estão sendo tomadas dentro da instituição desde do primeiro dia de alerta de pandemia e estado de calamidade. O plano de contigenciamento foi feito. E todas as medidas de controle orientadas pela autoridades sanitárias estão sendo realizadas.”, diz a nota.

Larizza também negou a repassar informações solicitadas pelo PORTAL DO OESTE. Ela não informou a quantidade de funcionários da Apamim que estão afastados em razão do novo coronavírus, nem qual foi o último dia de trabalho do técnico em enfermagem. “Tenho sim! Somente que eu não vou detalhar a vida de ninguém.”, justificou, sem nexo, a interventora, após ela dizer que “os registros são do paciente e os dados epidemiológicos das autoridades sanitárias” e ser questionada pelo PORTAL DO OESTE se ela não tem o controle dos funcionários da Apamim.

Postado em 2 de abril de 2020