Mossoró/RN, 06 de Maio de 2021

Após vexame com contêineres, Hospital de Campanha será instalado no São Luiz

Após a Prefeitura de Mossoró passar vexame com o seu “Hospital de Campanha” montado em 12 contêineres, o Hospital São Luiz será transformado em um verdadeiro Hospital de Campanha.

A unidade será montada em parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Mossoró. Serão 100 leitos que será administrados pela APAMIM (Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Mossoró).

A APAMIM vai gerenciar e ofertar até 35 leitos de UTI adulto e até 65 leitos clínicos para retaguarda, totalizando os 100 leitos hospitalares para casos suspeitos e confirmados de Covid-19 que vão funcionar no prédio do Hospital São Luís, em Mossoró, por um prazo de quatro meses no valor de R$ 260 mil mensais.


A APAMIM será responsável pela garantia dos profissionais que inclui equipe de enfermagem – enfermeiros e técnicos de enfermagem necessária para o funcionamento dos 100 leitos contratados, e garantirá o abastecimento de medicamentos, insumos médico-hospitalares e EPIs, como ainda vai dar suporte de lavanderia e alimentação às equipes e aos pacientes, e toda a estrutura para a realização de exames e diagnóstico de Raio X, tomógrafo e análises clínicas.

A APAMIM deve apresentar prestação de contas mensal dos recursos repassados pelo Governo do Estado. A Prefeitura de Mossoró, em sua parte do acordo, fará repasse imediato de R$ 594 mil reais, oriundos de rubrica orçamentária complementar extraordinária à APAMIM com destinação e uso para o enfrentamento da Covid-19 e parcelas mensais pós-fixadas de até R$ 4,1 milhões com recursos do SUS.

O Estado, por sua vez, vai fazer repasses por meio da Secretaria Estadual de Saúde, a título de fomento e incentivo pelas ações de contratação e gerenciamento de recursos humanos, de R$ 186 mil, por dois meses, oriundos de rubrica orçamentária complementar remanejada para as ações de combate ao COVID-19, a ser indicado no respectivo ato de empenho e liquidação dos recursos, em decorrência da necessidade de promoção e desenvolvimento de suplementação temporária, em caráter emergencial, de recursos humanos na área da saúde alocados nos leitos de UTI do Hospital Regional Tarcísio Maia.

Tanto o Governo do Estado quanto a Prefeitura de Mossoró deverão criar uma Página de Transparência exclusiva para a divulgação das despesas relacionadas ao combate à Covid-19 com empenhos, contratos, fornecedores e demais informações decorrentes do dever de transparência.

Postado em 18 de abril de 2020