Mossoró/RN, 17 de Maio de 2021

Rosalba concorda com a intervenção no IFRN? Não seria nenhuma surpresa

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, já tentou, por diversas vezes, se colocar como responsável pela expansão do do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN. Sempre que tem eleição, ela diz que essa foi uma de suas bandeiras no Senado.

Quando foi candidata a governadora, em 2010, Rosalba disse isso. Quando o filho foi candidato a vice-governador, em 2018, a prefeita de Mossoró voltou a repetir esse discurso, sempre rechaçado pela comunidade do próprio IFRN.

Mesmo não sendo verdade. Mas já que Rosalba insiste tanto em ser a “mãe” do IFRN, em que lugar do mundo ela se socou agora que não aparece agora para defender a sua cria?

Será que Rosalba é a favor da intervenção ocorrida no IFRN? Sinceramente. Não seria surpresa nenhuma. Acho até que ela faria o mesmo se tivesse esse poder de decisão. Basta ver a realidade local.

Enquanto municípios bem menores já implementaram a realização de eleições para escolha de diretores de escolas municipais, na Mossoró de Rosalba, é a prefeita que escolhe. Trocando em miúdos, é mais ou menos o que aconteceu no IFRN.

E Rosalba não tem pressa nenhuma. Uma Comissão foi instituída pela Prefeitura de Mossoró, no final de 2018, para discutir a realização de eleições diretas nas escolas municipais. Até hoje, não se tem notícia de avanço dessa discussão. A Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara de Mossoró até aprovou um projeto em fevereiro passado, mas parou por aí.

Não há interesse e nem pressa (repito). Rosalba vai ter pressa para perder o controle sobre dezenas de diretores de escolas? Diretores comprometidos com a gestão, mesmo que isso signifique esconder problemas existentes nas unidades de ensino. Claro que não.

Então, se Rosalba não dá um piu em defesa do IFRN, não me surpreende uma gota.

Postado em 21 de abril de 2020