Mossoró/RN, 17 de Abril de 2021

Por unanimidade, Câmara de Baraúna derruba veto de prefeita e garante reajuste para servidores

Como já era esperado, a Câmara Municipal de Baraúna derrubou o veto da prefeita Lúcia de Aldivon ao projeto de lei que reajustou os salários dos professores e dos demais servidores efetivos do Município.

A grande surpresa foi que os quatro vereadores da bancada governista também votaram pela derrubada do veto, garantindo unanimidade na decisão da Casa, durante sessão ordinária remota realizada na noite desta quinta-feira (30).

A bancada de oposição é formada pelos vereadores Raimundo Araújo, Graça Ferreira, Francisco Paulo, João Jorge, Niéliton Carvalho, Fabrício Carvalho e Marcos Antônio (Presidente). A situação conta com David Simão, Moisés Duarte, Neusa Oliveira e Heroína Rebouças.

Com a decisão do legislativo, o piso dos professores terá reajuste de 5% e os salários dos servidores efetivos de 7%. Uma emenda da Câmara incluiu os agentes comunitários de saúde e de endemias no projeto de lei, garantindo a eles o reajuste.

O projeto de lei 002/2020 foi apresentado pela própria prefeita Lúcia de Aldivon, e chegou à Câmara no dia 12 de março com pedido de urgência, sendo votado na sessão seguinte, em 19 de março. Cinco dias depois, em 24 de março, a prefeita vetou o projeto integralmente.

O vereador Raimundo Araújo, conhecido por Raimundo do Poço Novo, falou ao PORTAL DO OESTE que a decisão da Câmara repara um erro do Executivo e assegura aos servidores um reajuste que é de direito. “O nosso mandato jamais seria omisso diante dessa situação, e felizmente contamos com o apoio de todos os colegas para derrubar esse veto contraditório da prefeita.”, declarou o parlamentar.

Postado em 1 de maio de 2020