Mossoró/RN, 17 de Maio de 2021

Com novas lojas e até secretaria municipal abrindo, Rosalba age como se o pior da pandemia já tivesse passado

A pandemia do novo coronavírus passou e só avisaram à prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini. É que as últimas atitudes dela deixam parecer. Enquanto os números de mortes e de casos confirmados crescem no município, Rosalba age como se o cenário fosse outro, autorizando a abertura de novas lojas e, pasmem, até de atendimento presencial de secretaria municipal.

Mas parece que Rosalba já encontrou o caminhos da pedras para resolver o grave problema que é a pandemia. Circula a informação que ela pode fechar os acessos para Mossoró e proibir a entrada de pessoas dos municípios vizinhos. A medida pode até ser válida, mas antes disso a prefeita precisa resolver os problemas que ela tem “dentro de casa”.

De nada vai adiantar fechar a porta para os vizinhos se dentro de casa a bagunça está feita. Primeiro Rosalba precisa arrumar a sua cozinha para só então pensar no quintal.

Sem fiscalização, o novo coronavírus passeia por Mossoró e faz a festa. A movimentação no Centro da cidade não condiz com uma cidade que já perdeu 20 de seus filhos para a covid-19 e se aproxima dos 300 casos confirmados.

Todos os dias há confirmação de óbitos provocados pelo novo coronavírus e todos os dias os casos confirmados crescem no município. Os números exigem mais isolamento e fiscalização para que as restrições sejam cumpridas.

Mas não é isso que tem ocorrido. Rosalba, na contramão dos números, liberou mais um setor da economia e automaticamente criou novas aglomerações, que até então não existiam no Centro. Mais do que isso. Já autorizou o atendimento presencial de uma secretaria municipal.

O PORTAL DO OESTE já mostrou em vídeo que há filas e aglomerações para tudo no Centro de Mossoró, para agência bancárias, lotéricas, loja de variedades, a que vende capas de celular e, com ordem da prefeita, para lojas de tecidos. Quais desses serviços são essenciais? Lotéricas e agências bancárias, talvez.

A verdade é que Rosalba é omissa no controle da circulação do vírus em Mossoró e tem tomado decisões que o coronavírus agradeceria, se pudesse. Fechar as portas para os nossos vizinhos é querer jogar a culpa do nosso cenário alarmante em cima de quem não merece.

Postado em 7 de maio de 2020