Mossoró/RN, 25 de Setembro de 2022

Prefeitura de Mossoró faz comparação absurda e desonesta para se colocar como a que mais investiu contra a covid-19

A Prefeitura de Mossoró faz uma comparação simplesmente absurda para tentar amenizar o fato de ter milhões de reias repassados pelo Governo em caixa para o combate ao coronavírus enquanto o povo adoece e morre por covid-19 por falta de ação da gestão municipal.

Em texto jogado ao vento, a Prefeitura de Mossoró se coloca como a que mais gastou no combate ao covid-19 no Rio Grande do Norte. E para isso se utiliza de uma comparação de números absolutos. Ridículo e desonesto. É impossível fazer esse tipo de comparação quando os Municípios não receberam valores iguais do Governo Federal. O correto é fazer uma comparação proporcional. Mas quem falou que a gestão Rosalba Ciarlini quer ser correta?

A base da Prefeitura de Mossoró para a matéria desonesta são os dados do sistema Confúcio do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN). De acordo com o sistema, a Prefeitura de Mossoró gastou R$ 2.549.140,00 com a covid-19. Acontece que dos 167 municípios do estado, 163 passam longe de sequer receber essse montante para combater o coronavírus. Como eles conseguiriam, então, investir mais que a Prefeitura de Mossoró? Impossível. E aí está a desonestidade da Prefeitura de Mossoró. Como a Prefeitura de Almino Afonso, por exemplo, iria gastar mais que a Prefeitura de Mossoró recebendo pouco mais de R$ 85 mil?  Como a Prefeitura de Caicaça do Rio do Vento faria o mesmo com R$ 65 mil? Impossível. Falta vergonha e honestidade à gestão municipal de Mossoró.

Apenas a  Prefeitura de Natal  recebeu mais recursos que a gestão Rosalba Ciarlini para o combate à covid-19: R$ 119.145.000,00. E somente as Prefeitura de Caicó e Parnamirim receberam recursos que superam o que já foi gasto pela Prefeitura de Mossoró: R$ 3.189.810,00 e R$ 3.086.370,00, respectivamente.

Na verdade, usando o método proporcional, o correto para fazer uma comparação honesta, a Prefeitura de Mossoró é apenas a 65ª, de 86, em gastos com a covid-19, e a 22ª que menos investe, segundo o MPRN (veja aqui https://portaldooeste.com/prefeitura-de-mossoro-e-apenas-a-65a-em-gastos-contra-a-covid-19-segundo-o-ministerio-publico/).

Os dados do sistema do MPRN estão bem atrasados com relação ao repasse de receitas pelo Governo Federal. Segundo o Confúcio, a Prefeitura de Mossoró recebeu R$ 19.816.300,00. Mas na verdade, Rosalba já recebeu R$ 27.475.905,44, e acordo com dados do Portal da Transparência, e como gastou apenas R$ 2.549.140,00, ainda tem em caixa R$ 24.926.765,44.

Isso mesmo. Rosalba tem em caixa R$ 24.926.765,44, mas não faz testagem em massa, se recusa a abrir novos leitos de UTI por conta própria, não realiza fiscalização pra valer, nem qualquer outra ação contra o novo coronavírus.

Como já falamos anteriormente, Rosalba foi e continua sendo a principal aliada do coronavírus em Mossoró. Ela apenas assistiu o desfile do vírus pela cidade.

Postado em 12 de junho de 2020