Mossoró/RN, 10 de Maio de 2021

Entre 10 maiores do RN, PMM foi a que recebeu mais recursos para covid-19 por habitante

A Prefeitura de Mossoró insiste em fazer comparações absurdas e desonestas para se colocar em destaque em gastos com a covid-19 no Rio Grande do Norte. Primeiro comparou gasto bruto e agora gasto médio por habitante. Comparações impossíveis de serem feitas de forma honesta em razão de os Municípios receberem valores do Governo Federal para enfrentamento da pandemia do novo cornavírus.

A única forma de termos um “ranking” honesto dos gastos com covid-19 é fazendo uma comparação proporcional entre o que foi recebido e o que já foi aplicado. Mas em nenhum momento a Prefeitura de Mossoró faz essa comparação por um motivo simples: proporcionalmente, Mossoró não está entre os primeiros em gastos com covid-19.

Então, a gestão Rosalba Ciarlini prefere comparar investimento bruto com municípios que não receberam nem 1% do volume de recursos que ela recebeu. Ou comparar investimento médio por habitante, quando os recursos que ela recebeu é maior do que a grande maiorias dos outros Municípios. E vamos provar.

O PORTAL DO OESTE/BLOG DO MAGNOS fez um levantamento dos dados dos 10 maiores municípios do estado no sistema Confúcio, do Ministério Público do RN, que a Prefeitura de Mossoró usa para fazer comparações absurdas.

O resultado é que entre as 10 maiores cidades do RN, Mossoró foi a que mais recebeu recursos do Governo Federal para covid-19 em média por habitante.

Considerando os dados do sistema Confúcio (que está defasado com relação ao volume de recursos repassados pelo Governo Federal), a Prefeitura de Mossoró recebeu R$ 19.816.300,00, que divididos pelos 297.378 habitantes, segundo a última estimativa do IBGE, dá uma média de 66,63 por pessoa.

Caicó aparecer em segundo lugar com média de R$ 46,94, com quase R$ 20,00 a menos por habitante em relação a Mossoró; e Natal completa o pódio com média de R$ 44,75 por habitante.

Segundo maior cidade em população do estado, Mossoró recebeu quase R$ 55,00 a mais por habitante que Parnamirim, a terceira maior, R$ 66,63 e R$ 11,80, respectivamente, o que torna uma comparação de investimento por habitante totalmente desonesta.

Considerando esses dados, é mais que natural que a Prefeitura de Mossoró se destaque em investimento médio por habitante, já que tem mais recursos do Governo Federal para isso.

Confira o repasse médio de recursos por habitante entre as 10 maiores cidades do RN:

Mossoró: R$ 66,63

Caicó: R$ 46,94

Natal: R$ 44,75

São José de Mipibu: R$ 26,84

São Gonçalo do Amarante: R$ 23,86

Currais Novos: R$ 18,62

Ceará-Mirim: R$ 17,12

Macaíba: R$ 15,92

Assú: R$ 12,25

Parnamirim: R$ 11,80

Postado em 21 de junho de 2020