Mossoró/RN, 06 de Maio de 2021

Onomatopéia universitária tupiniquim

Defesa só existe em Tese de Doutorado.

Dissertação de mestrado e qualquer TCC são “apresentados”.

Só é doutor, mestre ou mesmo graduado (bacharel, técnico ou licenciado) quem cursa créditos de disciplinas e termina um trabalho que varia conforme a área e o tipo de graduação e pós graduação.

No doutorado, mais que no mestrado, é a Tese que define os anos de trabalho e é o grande motivo de tudo. Sem Tese, sem título.
Não existe “pós doutor”, pois pós-doutorado não é um curso ou titulação, mas um estágio.

O doutorado é o maior título acadêmico que existe.

Doutor Honoris Causa não pode orientar ou dar aula em pós-graduação stricto sensu, pois se trata de comenda. De honraria.

Não se faz um bom professor de universidade sem sua formação, seja até onde ela tenha ido.

E título não define caráter e nem competência. Há doutores canalhas assim como analfabetos sublimes. Eu tenho mais amigos sem doutorado que com.

E conheço mais canalhas com doutorado, afinal, lido com eles o tempo todo.
E para terminar: doutor só com doutorado. O resto é educação e/ou servilismo cultural.

Postado em 27 de junho de 2020