Mossoró/RN, 07 de Maio de 2021

Bem mais caros: Prefeitura diz que seguiu critérios técnicos na compra de testes rápidos

A Prefeitura de Mossoró enviou nota ao PORTAL DO OESTE em que afirma “que realizou a compra dos testes segundo todos os critérios técnicos e observando as regras definidas pelos órgãos de controle”.

A Prefeitura de Mossoró questiona o valor de R$ 37,00 pago pela Prefeitura de Camaçari/BA, argumentando que o valor adquirido pela Prefeitura de Camaçari, o custo unitário que aparece em pregão realizado em junho é de R$ 160 para a empresa que consta no primeiro lugar.

Como informado pelo PORTAL DO OESTE, a Prefeitura de Camaçari divulgou a compra de 25 mil testes rápidos para covid-19 pelo valor total de R$ 925 mil e o valor unitário de R$ 37,00. O prefeito local, Elinaldo Araújo, informou que a aquisição foi feita através de chamamento público.

Confira o release da Prefeitura de Camaçari: http://www.camacari.ba.gov.br/prefeitura-compra-25-mil-testes-rapidos/

A Prefeitura de Mossoró comprou 1.000 testes rápidos à empresa F.Wilton Cavalcante Monteiro Eireli pelo valor total de R$ 119.900,00 e o valor unitário de R$ 119,90, de acordo com dados do Portal da Transparência.

Em outra compra, feita à empresa Diagfarma Comércio e Serviços de Produtos Hospitalares e Laboratorias, o valor unitário do teste foi de R$ 110,00.

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, anunciou que está adquirindo mais 5 mil testes. O PORTAL DO OESTE solicitou informações sobre a empresa contratada, o valor e quando o produto chega, mas não teve respostas até o momento.

Confira a nota da Prefeitura de Mossoró na íntegra:

A Prefeitura de Mossoró informa que realizou a compra dos testes segundo todos os critérios técnicos e observando as regras definidas pelos órgãos de controle. Sobre a comparação com o valor adquirido pela Prefeitura de Camaçari, interior da Bahia, o custo unitário que aparece em pregão realizado em junho é de R$ 160 para a empresa que consta no primeiro lugar. As informações estão disponíveis em arquivo em anexo. O valor, seria, portanto, superior ao custo individual adquirido pela Prefeitura de Mossoró, de R$ 119,90.

Confira o anexo da nota:

Postado em 8 de julho de 2020