Mossoró/RN, 27 de Setembro de 2022

Banco cobra na justiça mais de R$ 500 mil de empréstimos consignados feitos pela Câmara de Mossoró em 2002

O Banco Santander está fazendo uma cobrança na justiça de mais de meio milhão de reais de empréstimos consignados feitos pela Câmara Municipal de Mossoró em 2002.

Em maio de 2017, o Santander, através da assessoria de cobrança Santiago Advogados Associados, informou que o débito estava em R$ 537.470,07 e fez uma proposta de R$ 375.431,20 para quitação do saldo devedor. Outra alternativa foi para que a dívida fosse paga em 49 parcelas de R$ 9.750,00.

Originalmente, a dívida da Câmara era com o Banco Sudameris Brasil, que foi comprado pelo Banco Real, que posteriormente foi adquirido pelo Santander.

Na época, o presidente da Câmara de Mossoró era o vereador Vicente Rêgo. Os empréstimos beneficiaram diversas pessoas, incluindo vereadores da época.

Postado em 17 de setembro de 2020