Mossoró/RN, 21 de Abril de 2021

A língua portuguesa não tem segredos!!

Meu nome é Alessandro Paiva.O professor Alê, como todos me conhecem.

Leciono língua portuguesa há vinte anos e já passei por todas as grandes escolas de Mossoró e algumas de outras cidades.

Atualmente, além de ensinar gramática, redação e literatura no Colégio Elita Carlos (CEDEC), tenho o meu próprio curso isolado de redação.

Nessas duas décadas dedicadas ao nosso idioma, o que mais escutei em sala de aula e fora dela foi que o português é muito difícil…Não é.

Na realidade é uma língua apaixonante.Hoje, no meu primeiro texto aqui no portal, trouxe para vocês uma lista com 10 MANDAMENTOS PARA ESCREVER BEM, que circula pela internet já há alguns anos e que eu acho belíssima, mas não sei quem é o autor.

Fiz algumas adaptações no texto, para torná-lo mais interessante e prático.

Espero que gostem.
(Prof. Alê)

1 – Escrever é mandar recado
A receita de uma sobremesa é um recado. O convite para a festa de aniversário é um recado. A carta para seu amado é um recado. Toda mensagem é um recado.

2 – Seja natural
Não invente fórmulas mágicas, mirabolantes… escreva da sua forma e no seu tempo. Escrever bem é um aprendizado de tempo e prática. Não existem atalhos.

3 – Vá direto ao assunto
Não enrole: Comece pelo mais importante. E comece bem, com uma frase atraente, que desperte o interesse e o estimule a prosseguir a leitura.

4 – Use frases curtas
A pessoa só consegue dominar determinado número de palavras antes que os olhos peçam uma pausa. A frase muito longa dá trabalho, confunde.

5 – Prefira palavras breves e simples
Usar palavras longas e excessivamente formais só vai tornar o seu texto pedante é cansativo para o leitor.

6 – Ponha as sentenças na forma positiva
Diga o que é, não o que não é. Quer exemplos? Não ser honesto é ser desonesto; não lembrar é esquecer; não dar atenção é ignorar.

7 – Opte pela voz ativa
Ela é mais direta, vigorosa e concisa que a passiva (a passiva, como o nome diz, parece sem força, desmaiada). Prefira “um raio provocou o blecaute” a “o blecaute foi provocado por um raio”.

8 – Abuse de substantivos e verbos
Escreva com a convicção de que no idioma só existem essas duas classes de palavras. As demais, sobretudo adjetivos e advérbios, devem ser usadas com cuidado.

9 – Seja conciso
Não diga nem mais nem menos do que você precisa dizer.

10 – Persiga a clareza
Escreva sempre se perguntando se o leitor entenderia o que você está colocando no papel.

Postado em 16 de fevereiro de 2021