Mossoró/RN, 22 de Abril de 2021

Sem recursos, DNIT trava recuperação da BR-110, de Mossoró a Campo Grande

Tomada de buracos, a BR-110 está com os serviços de recuperação e manutenção travados. Motivo seria a falta de dinheiro para o DNIT Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) tocar a obra, segundo apurou o PORTAL DO OESTE.

Existe um contrato de mais de R$ 22 milhões com uma construtora, com início em 1° e março de 2020, que contempla a BR-110, de Mossoró a Campo Grande. A empresa até começou a recuperar alguns trechos da rodovia federal, mas a obra não teve sequência.

A parte mais esburacada da pista está localizada em frente ao Clube de Tiro de Mossoró. Há meses que os motoristas precisam reduzir a velocidade bruscamente nesse setor, aumentando, inclusive, o risco de assaltos. O trecho urbano em Upanema também está muito esburacado. A preocupação é maior nesse período em razão do início do inverno, que vai aumentar os buracos e ampliar os riscos de acidentes.

O PORTAL DO OESTE entrou em contato com a Superintendência do DNIT no Rio Grande do Norte. Publicaremos o retorno logo que recebermos.

Postado em 22 de fevereiro de 2021