Mossoró/RN, 19 de Abril de 2021

Fátima anuncia novo lote de vacinas e ampliação de leitos

O Rio Grande do Norte vai receber nesta quarta-feira (10) mais um lote de vacina contra o novo coronavírus (Covid-19). As 43.200 doses chegam à tarde e serão enviadas aos municípios, tão logo estejam liberadas, para que seja continuada a vacinação de idosos na faixa etária de 75 a 79 anos. No RN, 737,4 mil pessoas fizeram o cadastro no RN+ Vacina. O número de vacinados até agora é de 121.406, cobertura considerada muito baixa pela governadora Fátima Bezerra, que vem cobrando do Ministério da Saúde medidas para apressar o cumprimento do Plano Nacional de Imunização.

A expansão da vacina como forma mais eficaz e viável de deter avanço do novo coronavírus é uma das reivindicações do Fórum de Governadores, que está defendendo a criação de um pacto nacional em defesa da vida. “Estamos fazendo um apelo ao Governo Federal para que mais vacinas cheguem e possamos superar esse tempo difícil o mais rápido possível”, explicou a governadora.

Em entrevista à TV Ponta Negra, a professora Fátima Bezerra defendeu as medidas restritivas adotadas para ampliar o isolamento social no Rio Grande do Norte, diante do agravamento da pandemia. As medidas, mais duras, como o toque de recolher das 20h às 6h e durante todo o dia nos domingos e feridos, estão em vigor desde sábado passado e foram implantadas após diálogo com diversos setores da sociedade potiguar.  De acordo com o LAIS – Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde, vinculado à UFRN -, o número de casos confirmados de Covid-19 este ano já passa dos 40 mil, com reflexos na estrutura hospitalar montada para atender os pacientes que precisam de internação.

Às 17 horas desta terça-feira (09), a taxa de ocupação de leitos críticos era de 96,1% no Estado. Considerada pelas autoridades sanitárias como o epicentro desta nova fase da doença, a Região Metropolitana de Natal estava com 94,9% de ocupação, havia 78 pacientes na lista de espera por UTI e apenas 11 disponíveis.  A taxa da região Seridó era de 94,4% e a do Oeste 98,9%.

LEITOS

A governadora disse que o Governo do Estado está abrindo mais leitos para atender doentes graves, mas observou que existe um limite para isso, em função das dificuldades de comprar equipamentos no mercado e de contratação de mão de obra. “Há dez dias que o ministro Eduardo Pazuello ficou de enviar equipamentos para ajudar na expansão de novos leitos, mas até o momento só chegaram 10 ventiladores. As bombas de infusão não vieram. Não é por que o ministro não queira enviar, mas porque estão faltando.”

Fátima negou que o Governo tenha fechado UTIs Covid quando a pandemia arrefeceu no final do ano passado. O que houve, segundo ela, foi a reversão dos leitos vagos para utilização por pacientes de outras patologias, medida tomada, inclusive, consultando o Ministério Público. Além da reversão para Covid dos que foram destinados a outras especialidades, já foram instalados 149 leitos. Outros 110, dos quais 71 na Região Metropolitana, estão em fase de implantação. “Chegamos a 647 leitos na rede SUS. Esses leitos vão ficar como um legado [quando a pandemia acabar] para a população. Para o Hospital de João Câmara, o Maria Alice Fernandes (10 leitos de UTI pediátrica), o Tarcísio Maia.” Mais de 4 mil profissionais de saúde estão atuando para manter o funcionamento dessa rede.   

A governadora lamentou que neste momento de calamidade sanitária, quando o país necessita de união para vencer o coronavírus e salvar vidas, algumas pessoas recorram ao instrumento de espalhar notícias falsas com fins políticos. “Não vou politizar uma coisa tão séria. É a vida, meu Deus! Tenho meus princípios de amor ao próximo que não são da boca para fora, mas do coração. O que me cabe é transparência, verdade, é mover montanhas para cuidar da saúde do povo do Rio Grande do Norte.”    

Postado em 9 de março de 2021