Mossoró/RN, 17 de Abril de 2021

Covid-19: Anvisa aprova registro de medicamento não recomendado pela OMS

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou, nesta sexta-feira (12), a aprovação do primeiro medicamento com indicação em bula para tratamento de pacientes infectados pela covid-19, o antiviral Remdesivir.

A mesma medicação, da biofarmacêutica americana Gilead Sciences, também foi aprovada no ano passado para uso como medicamento oficial para o tratamento da covid-19 pela Food and Drug Administration (FDA), órgão norte-americano equivalente à Anvisa.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou não utilizar o medicamento Remdesivir para tratamento de pacientes hospitalizados com covid-19. Segundo a entidade, não há provas científicas suficientes para comprovar sua eficácia no tratamento da doença.

A Sociedade Europeia de Medicina e Tratamento Intensivo (ESICM) também desaconselhou o uso Remdesivir como tratamento de rotina para pacientes de Covid-19.

Vacina – Anvisa também concedeu o registro definitivo à vacina da AstraZeneca/Oxford, que já tinha autorização para uso emergencial no país, assim como a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

O primeiro imunizante a obter o registro definitivo no Brasil foi o da Pfizer.

Com informações da Agência Brasil

Postado em 12 de março de 2021