Mossoró/RN, 05 de Outubro de 2022

Allyson e Fátima dedicam pouco espaço ao esporte, com promessas e programa não executado

BLOG DO MAGNOS

O prefeito Allyson Bezerra e a governadora Fátima Bezerra dedicaram pouco espaço para o esporte na leitura da mensagem anual do Poder Executivo na Câmara de Mossoró e Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, respectivamente.

Nessa terça-feira (01), Allyson reservou 18 linhas (incompletas) para exaltar a municipalização do Estádio Nogueirão, que é alvo de muitas reclamações; falar do pagamento do prêmio da prova ciclística Governador Dix-sept Rosado e prometer a criação do Circuito Mossoroense de Esportes e do projeto Vida na Praça.

Muito pouco para quem já perdeu mais de 13 meses. O ano passado foi quase nulo para o esporte amador em Mossoró (a própria mensagem não deixa dúvida). Culpa da pandemia? Pode até usar o coronavírus para justificar, mas só em parte. Mossoró não teve esporte no ano e sequer discussão sobre o futuro. Pelo menos foi que o afirmaram todos os desportistas que procurei. Ninguém que faz o esporte amador de Mossoró foi procurado para debater o esporte amador de Mossoró. Preocupante! Não temos esporte e nem debate sobre ele.

Mas se Allyson pouco falou de esporte, Fátima foi pior ainda. Apenas 3 linhas (igualmente incompletas) da mensagem foram dedicadas a esse tema tão importante.

A governadora se resumiu a falar sobre o projeto deve destinar R$ 5 milhões em ICMS para apoiar projetos esportivos. Não falou nem o nome do projeto, que quase ninguém conhece, imagine como é seu funcionamento. Eu, pessoalmente, não conheço. Já até solicitei cópia, mas nunca recebi.

Mas não se surpreenda. Não há nenhuma novidade. Historicamente, é assim que o esporte amador vem sendo tratando por quem passa pela Prefeitura de Mossoró e o Governo do RN. O esporte só parece importante nos discursos e para se aproveitar da imagem de quem vence nessa área, mesmo com a total falta de apoio. Que o diga o surfista medalhista olímpico Ítalo Ferreira.

Allyson ainda três anos para mudar um pouco dessa história de esquecimento, já Fátima, só se tiver um novo mandato. E é isso que ela quer.

Postado em 2 de fevereiro de 2022