Mossoró/RN, 07 de Maio de 2021

Sindipetro denuncia suspeita de fraude em venda de campos terrestres pela Petrobras

O Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Norte (Sindipetro/RN) realizou ato, na manhã de hoje, para denunciar suspeita de fraude na venda de 34 campos terrestres localizados na bacia potiguar pela Petrobras à empresa PetroRecôncavo.

Segundo o sindicado, o valor a ser pago pela PetroRecôncavo será 270 milhões de reais abaixo do valor exigido pela Lei de Licitações (8666), pela Lei das Estatais (13.303) e pelo Regulamento Interno da Petrobrás, “levantando uma grave suspeita de fraude e corrupção nesse processo”, afirma Pedro Lúcio, diretor do Sindipetro/RN.

O anúncio da cessão dos 34 campos foi feito pela Petrobras na noite desta quinta-feira (25). De acordo com a estatal brasileira, o valor total da transação é de US$ 384,2 milhões a serem pagos em três parcelas: i) US$ 28,8 milhões pagos na data de ontem; ii) US$ 293,9 milhões na data de fechamento, sem considerar os ajustes devidos; e iii) US$ 61,5 milhões como earn-out vinculado à aprovação, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), da extensão do prazo contratual de 10 das 34 concessões objeto da transação.

A Petrorecôncavo S.A, que apresentou a segunda melhor oferta do processo competitivo, foi selecionada após a desclassificação da empresa 3R Petroleum. A proposta da empresa com sede na Bahia foi US$ 68,9 milhões inferior aos US$ 453,1 milhões ofertados pela 3R Petroleum.

Postado em 26 de abril de 2019