Mossoró/RN, 19 de Outubro de 2021

Com tantos vetos de Rosalba, CCJ e assessoria jurídica da Câmara deveriam ser substituídas

Com tantos e seguidos vetos da prefeita Rosalba Ciarlini a projetos aprovados pela Câmara Municipal de Mossoró, o mínimo que deveria ocorrer era a destituição dos membros que compõem a Comissão de Constituição e Justiça, bem como a demissão da assessoria jurídica da Casa.

Ao vetar projetos, a prefeita está dizendo que a Câmara aprovou algo que não se ampara na lei. O discurso de Rosalba ganha legitimidade no momento em que o próprio legislativo mantém os vetos. Na prática, a Câmara está assumindo que errou, seguidamente.

A não ser que a Câmara esteja assumindo erros que não cometeu apenas para cumprir orientação do Palácio da Resistência. E essa postura submissa não seria nenhuma novidade.

Postado em 7 de maio de 2019