Mossoró/RN, 24 de Junho de 2021

Rondinelli Carlos reúne autoridades de segurança e moradores dos Abolições

O vereador Rondinelli Carlos (PMN) reuniu na noite desta terça-feira, 17, um grupo de moradores dos bairros Abolições e adjacências. Em pauta, questões relacionadas à segurança pública. A população local tem demonstrado preocupação com a onda crescente de assaltos e arrombamentos na região e cobra ações mais efetivas do Poder Público no combate à criminalidade. O encontro contou com a presença do comandante do II Batalhão de Polícia Militar (BPM), major Maximiliano Luiz, e da Guarda Civil Municipal de Mossoró, Rudrigo Maia.

Durante a reunião, os moradores fizeram questionamos às autoridades e apresentaram sugestões e informações importantes que podem contribuir com o trabalho executado pelas forças de segurança. O major Maximiliano destacou o empenho da Polícia Militar e a importância da interação com a sociedade, elogiando iniciativas como a promovida pelo vereador Rondinelli Carlos.

Em sua fala, o comandante do II BPM relatou ainda as dificuldades de efetivo da Polícia Militar. “São 250 homens para cobrir oito cidades. Só em 2019, serão 32 policiais a menos, uma vez que essa é a previsão de PMs que devem entrar na reserva esse ano. A região dos Abolições possui uma média de 60 mil habitantes, por isso precisamos contar com a ajuda da população, indicando, por exemplo, os locais de maior frequência de assaltos, arrombamentos e outras situações de violência”, pontuou.

Apesar das dificuldades, o comandante ressaltou que o trabalho da PM é imprescindível na garantia da segurança e que, a partir de diárias operacionais que estão sendo destinadas aos agentes, tem sido possível ampliar a atuação da Polícia no momento. Prova disso é que, a pedido do vereador Rondinelli Carlos, o número de viaturas realizando o patrulhamento nos Abolições aumentou nos últimos dias, saltando de uma para três ao longo do dia e de uma para cinco no decorrer da madrugada. “Todas as diárias operacionais que temos à disposição estão sendo direcionadas para ampliar esse patrulhamento nos Abolições durante as madrugadas”, revelou Maximiliano.

O comandante da Guarda Civil, Rudrigo Maia, também destacou a atuação do Poder Executivo local, dentro das responsabilidades atribuídas ao Município. “Temos um efetivo de quase 300 homens e mulheres, mas que possui uma dinâmica de atuação diferente da Polícia Militar”, explicou, garantindo ainda, após solicitação do vereador Rondinelli, a ampliação da presença da Guarda Civil nos Abolições, principalmente em rondas nos equipamentos públicos municipais instalados na região.

“A reunião foi bastante produtiva, com os devidos esclarecimentos feitos pelas autoridades de segurança e a participação expressiva da comunidade. Temas como videomonitoramento, necessidade de ampliação do efetivo da PM, intensificação do patrulhamento da Guarda Civil, melhorias na iluminação pública e limpeza urbana foram abordados. De mãos dadas, unindo forças, iremos superar o momento difícil pelo qual atravessa os Abolições, para que a tranquilidade volte a fazer parte do dia a dia da população”, concluiu Rondinelli Carlos.

Postado em 19 de setembro de 2019