Mossoró/RN, 23 de Outubro de 2021

Pacientes diabéticos voltam a sofrer com falta de insulinas e insumos

Na Tribuna Popular da Câmara de Mossoró desta quarta-feira (30), representando os familiares de pessoas com diabetes tipo I, a enfermeira Ana Cristina Arraes, que tem um filho de cinco anos com a doença, pediu mais atenção aos pacientes do município de Mossoró.

De acordo com Ana, faltam insumos necessários ao tratamento da doença, que não tem cura. Além da insulina, os pacientes diabéticos necessitam de material para realizar o exame que verifica o nível de glicose no sangue. “A entrega do material é irregular e quando ocorre não é na quantidade adequada. Muitas vezes precisamos reutilizar agulhas e isto é muito perigoso para nossos filhos”, afirmou Ana Cristina.

Ana Cristina também ressaltou a necessidade de uma Lei Municipal que garanta atendimento prioritário aos portadores de diabetes. “Vários municípios e estados já garantem a prioridade no atendimento aos diabéticos em clínicas e laboratórios. Isso se faz necessário, porque quando o paciente vai realizar os exames, muitas vezes é necessário que ele suspenda o medicamento e isto pode trazer complicações para a saúde deles. Quanto mais rápido o atendimento, menor será o risco”, explicou.

Durante a sessão ordinária, o vereador Ozaniel Mesquita (PL) anunciou um Projeto de Lei que visa garantir prioridade no atendimento de pacientes diabéticos no município de Mossoró. O vereador explicou que a Lei veio para atender o pedido de familiares de pacientes. “O objetivo é garantir atendimento prioritário principalmente nos postos de saúde, clínicas, hospitais, laboratórios e similares, quando tais pessoas necessitem estar em jejum para a realização de coleta ou exames”.

Foto: Edilberto Barros

Postado em 30 de outubro de 2019