Mossoró/RN, 28 de Novembro de 2021

Luísa e os Alquimistras preparam uma noite agitada em Mossoró, no Clube Carcará

A banda potiguar Luísa e os Alquimistas desembarca em Mossoró para mais um show do álbum Jaguatirica Print (Natura Musical / Rizomarte Records), o terceiro da banda. Em São Paulo, já foram duas apresentações com casa cheia. O show acontece dia 15 de novembro, sexta feira, no Clube Carcará às 21h e tem abertura de Potyguara Bardo. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente clicando aqui, mas haverá venda na porta. 

Com uma mistura deliciosa de ritmos da ‘música popular nordestina’, Luísa Nascim e os Alquimistas que a acompanham, foram buscar referências do que de mais popular está sendo produzido entre Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e  Ceará para compor o álbum. O disco conta com participações de várias cantoras, compositoras e parceiras de Luísa, que ajudaram a compor a atmosfera do álbum com suas vivências e trajetórias musicais. Participam do álbum a MC e repentista, Jessica Caitano, natural da cidade de Triunfo (PE), Catarina Dee Jah, que vive em Olinda (PE), Doralyce, pernambucana radicada no Rio de Janeiro; Sinta A Liga Crew e Jamila, que são da cena de João Pessoa (PB) e Luê, que vive em São Paulo, mas vem de Belém (PA). Além de Izy Mistura, cantor que veio do Togo, mas vive no Brasil e gravou e compôs com Luísa durante a Red Bull Music Pulso de 2018.

SOBRE LUÍSA E OS ALQUIMISTAS

Luisa e os Alquimistas surgiu na cidade de Natal/RN e é liderada pela cantora e compositora potiguar Luisa Nascim. Ela fixou residência em São Paulo em 2018 e, desde então, se divide entre os alquimistas que permaneceram em Natal-RN e os que ela conheceu em São Paulo. Na estrada desde 2015, o primeiro disco, “Cobra Coral” (2016), revelou o nome do grupo na imprensa especializada e o levou para diversos palcos da região Nordeste, como DoSol (RN), MADA (RN), Recbeat (PE), Festival Gama (PB), Baile Perfumado (PE), dentre outros.

Para lançar “Vekanandra” no ano seguinte, Luísa se associou ao selo Rizomarte, que ajudou a promover uma campanha de financiamento coletivo para a gravação do álbum. E, da colaboração entre Luísa (compositora e vocalista), Zé Caxangá (synth e guitarra), Gabriel Souto (bases eletrônicas, mpc e efeitos de voz) e Pedras (baixo e samplers), além da produção musical de Walter Nazário (Mahmed e Igapó de Almas), nasceu um álbum que transita entre o universo do  pop underground, da música eletrônica nordestina, passando pelo soul e por influências jamaicanas. 

Em São Paulo, Luísa se encontrou com os alquimistas Pedro Regada, Thales Pessoa e Carlos Tupy, que a acompanham nos shows na região Sul/Sudeste. O grupo apresentou-se em palcos como Estúdio Showlivre, Vento Festival (SP), Picnik (BSB). Conexidade (RJ), Felamacumbia (GO), Mundo Pensante (SP), dentre outros. Além disso, fez parte dos showcases diurnos da SIMSP 2018 e teve a música que dá nome ao segundo álbum como trilha sonora oficial do evento.

Com lançamento previsto para setembro de 2019, o terceiro disco de Luísa irá se aprofundar nas sonoridades de sotaque nordestino que vem sendo desenvolvidos entre Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Ceará e, assim, a artista vai fortalecer ainda mais a característica da banda, que é a conexão entre o pop e o alternativo, algumas músicas, inclusive, já estão sendo apresentadas ao vivo com uma ótima resposta do público. O projeto ainda contará com lançamentos de clipes e shows pelas regiões Sudeste, Nordeste e Norte.

Foto: Luane Tayze


Postado em 11 de novembro de 2019