Mossoró/RN, 28 de Novembro de 2021

Aniversário de dois anos do Slam Mossoró acontece nesta quinta-feira (19) na UERN

O Slam Mossoró, evento de poesia e perfomance, completa dois anos nesta semana. E para comemorar o segundo aniversário desse evento, vai ser realizada uma edição comemorativa na Padoca, no setor de comunicação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), nesta quinta-feira, às 20h.

Antes das declamações das poesias, haverá uma roda de conversa com o professor de jornalismo Tobias Queiroz, que tem como título “Decolonize seu pensamento a potência e as frestas da arte periférica”. Tobias Queiroz é professor de disciplinas como Comunicação e Música e Sociologia da Comunicação e dará ênfase as censuras e repressões sofridas por movimentos culturais periféricos em períodos de ascensão de governos autoritários.

O Slam geralmente envolve uma competição, que visa selecionar o/a vencedor(a) para a final municipal ou estadual. Essas edições, no entanto, ocorrem até o mês de outubro, prazo final para definir as pessoas classificadas para decidir a vaga para o Nacional em São Paulo.

No caso do Slam comemorativo, o principal intuito é celebrar as conquistas alcançadas e refletir como pode ser expandido o conceito do slam na cidade de Mossoró e na região. As conquistas foram muitas no ano de 2019, tais como: a vitória em um edital para aplicar Slam Interescolar em escolas públicas no ano de 2020, produção do primeiro livro do Slam pela UERN (previsto para ser lançado em fevereiro), a participação em universidades e escolas, atuação em projeto internacional da Bloco 4 Foundation (Moçambique)/Universidade de Indiana (Estados Unidos), trabalhos acadêmicos envolvendo o Slam, grande visibilidade na mídia, livro independente sobre slam lançado pelo artista @vittopoeta, inclusão do Slam Mossoró como projeto de extensão da UERN e ainda a realização do primeiro Campeonato Estadual de Poesia e Perfomance em Mossoró, o Slam RN, com grande público no Teatro Lauro Monte Filho.

Desse modo, o Slam agora pretende expandir o seu caráter educativo e periférico, chegando cada vez mais aos bairros populares de Mossoró, para expandir a poesia perfomática e incentivar a escrita criativa.

Postado em 18 de dezembro de 2019