Mossoró/RN, 30 de Novembro de 2022

Análise do discurso: ao usar recentemente e não ontem em entrevista, Rosalba revelou que havia testado positivo há alguns dias e não no dia anterior

Quando a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, testou positivo para covid-19? A Prefeitura de Mossoró diz que foi “há uns 20 dias”. A prefeita afirma que foi na quarta-feira (24).

A primeira versão foi a da Prefeitura, pela manhã, que resultou em críticas à prefeita por ela ter escondido o resultado.

Já no período da noite, Rosalba contou uma nova versão para colocar as críticas como infundadas. O resultado do teste agora tinha sido conhecido há apenas um dia e não “há uns 20 dias”.

Só que a versão da prefeita já nasceu morta. E a responsável foi a própria Rosalba. O uso das palavras explica muitos fatos. No caso, uma palavra usada por Rosalba mostra que não foi na quarta-feira (24) que ela conheceu o resultado positivo de corrido, mas dias antes.

Ao revelar que tinha testado positivo na INTER TV Cabugi, Rosalba disse que o fato ocorrera RECENTEMENTE. E não é comum usar essa palavra para se referir a fato ocorrido no dia anterior.

É o que explica o Prof. Dr. Francisco Paulo da Silva, especialista em Linguista e Analista do Discurso. Segundo ele, RECENTEMENTE se refere a um tempo próximo e não imediatamente ocorrido.

Para o professor da UERN (Universidade do Estado do RN), em caso de referência a fato ocorrido ao dia anterior, o comum é usar a palavra ONTEM ou “para efeito de clareza, poderia ter usado a data no lugar de ontem”, acrescenta.

Dr. Francisco Paulo da Silva complementa que o período “de uns 20 dias” pode ser classificado como um tempo próximo, o que justificaria o uso de RECENTEMENTE por Rosalba na entrevista. Naquele momento, a prefeita estava ao vivo, sem cortes da assessoria, e não só revelou que havia testado positivo para covid-19, como também que o fato ocorreu há alguns dias, conforme informado logo depois pela Prefeitura de Mossoró.

A versão apresentada à noite foi apenas um texto pensado em tentativa de redenção diante das fortes críticas pela falta de transparência com os mossoroenses.

Foto: Reprodução

Postado em 26 de junho de 2020