Mossoró/RN, 19 de Junho de 2021

Atriz Lígia Kiss lança projeto “Cordel: Poesia com Acessibilidade” no dia 15 de Julho

Foi pensando em inclusão que a atriz Lígia Kiss criou o projeto “Cordel: Poesia com Acessibilidade” que tem lançamento marcado para o dia 15 de Julho às 21:00h no IGTV @ciapaodoce e youtube.com/ciapaodoce.

A ação foi contemplada no Edital Simplificado “Tô em Casa, Tô na Rede” da Fundação José Augusto e Governo do Estado, e funcionará como divulgadora da arte, do cotidiano, das tradições populares e dos autores locais, além de proporcionar a sensibilização da reflexão oferecendo acessibilidade a partir da Língua Brasileira de Sinais, forma gestual utilizada para a comunicação entre pessoas com deficiência auditiva e outras pessoas, sejam elas surdas ou ouvintes.

O Professor e Psicanalista Daniel Guedes será o responsável por fazer a tradução em LIBRAS. Daniel é graduado em Letras com Habilitação em LIBRAS pela UFERSA (Universidade Federal Rural do Semi-Árido). As gravações dos dois artistas serão realizadas em suas respectivas casas, respeitando o distanciamento social preventivo em decorrência da COVID-19.

A apresentação em vídeo terá duração de 30 minutos e contará com três poemas de Cordelistas Mossoroenses: Carta a Papai Nóe (Luiz Campos), A casa que a Fome mora (Antônio Francisco) e Folha seca (Eliseu Ventania).

O cordel, presente na literatura popular da sociedade brasileira, expressa em seus versos traços marcantes da diversidade cultural. Dessa forma, Lígia presa pela inclusão provocando os ouvintes mais a serem mais participativos, atraídos pela pesquisa, e investigação de outros meios de intercomunicação com seus colegas surdos ou não.

CONHECENDO A ARTISTA

Integrante da Cia Pão Doce de Teatro desde 2008, atuando até hoje como atriz, diretora e produtora. Trabalha com teatro há mais de dez anos. Foi integrante do GRUTUM (Grupo de teatro da Universidade do Rio Grande do Norte) por dois anos, participando de duas montagens. No Curso de Artes Cênicas no Centro de Pesquisa do Rio grande do Norte, participou como assistente de direção de espetáculo dirigido pelo diretor potiguar João Junior. Participou de um dos Musicais mais importantes do RN, Studio Ribeira. Dirigiu Os Amores de Cora e Chico, da Cia. Pão Doce. Em 2015 foi selecionada para a integrar a primeira fase da novela “Velho Chico” dirigida por Luís Fernando Carvalho. Como atriz e produtora registra-se os espetáculos – A Casatória c’a Defunta (Palco Giratório 2016), O Torto Andar do Outro, À Luz do Luar, Tributo a Upanema, Ocupação Caixa Cultural Fortaleza, Ocupação CCBNB. Prêmio Funarte em 2014, Projeto Pão Doce na Rural – BNB Cultura 2014, Prêmio Fomento 2012, Esquetes, Recitais, Recreação e Contação de Histórias.

Serviço:

Cordel: Poesia com Acessibilidade

15/07/2020 – às 21h no IGTV @ciapaodoce e YouTube.com/ciapaodoce

Postado em 9 de julho de 2020