Mossoró/RN, 15 de Maio de 2021

Agricultores de Cabelo de Nego recebem título de terra após 25 anos de espera

Uma luta de 25 anos teve seu desfecho feliz nesta quinta-feira, 15. Um grupo de 68 agricultores do Assentamento Cabelo de Nego, zona rural de Mossoró, conseguiu receber o título de posse da terra. A cerimônia de entrega do documento aconteceu nesta manhã na comunidade e contou com a presença de representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), do prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, e de vereadores representando a Câmara Municipal.

O superintendente do órgão federal no Rio Grande do Norte, Marcelo Gurgel, enalteceu a conquista desses assentados e destacou também o trabalho realizado para que todos os agricultores conseguissem o direito de posse da terra. Agora a propriedade passa a pertencer ao agricultor e sai do Incra.

“Depois de 25 anos de criação do Assentamento Cabelo de Nego efetivamente agora eles estão tendo a oportunidade de ter esse documento que lhe confere o direito de posse da terra. Esse é um trabalho árduo e até demorado, inclusive, mas agora chegou o ponto final deles que é efetivamente ele ter esse documento para dizer que a terra é deles. Sai do nome do Incra e passa para o nome do assentado”.

O superintendente do Incra também ressaltou as facilidades que o assentado que adquiriu o direito de domínio da terra. “A primeira facilidade é sobre a questão do crédito no banco já dobra. Agora você tem uma terra que está em seu nome e você pode dar como garantia para pegar um financiamento mais robusto. Então só isso aí já é uma situação onde pode criar uma forma dele autossustentar a sua plantação com um aporte financeiro maior feito por esses bancos, isso sem contar com a autoestima do agricultor que pode dizer agora que a terra é minha e vou produzir com mais afinco”.

Marcelo Gurgel explica para aqueles agricultores que nesse momento não conseguiram adquirir o título de posse da terra e o que está sendo feito para que ele possa num futuro próximo também tomarem posse definitiva da terra. Ao todo, 28 ainda não adquiriram o documento dos 96 assentados que moram na localidade.

“Esses que não receberam nós estamos fazendo o tratamento para saber o que houve. Se havia uma documentação irregular, se está ocupando irregularmente. Esses que ainda não receberam estão indo para a base do Incra para a gente tratar esses dados e efetivamente poder dar uma condição melhor de num futuro próximo eles estarem sendo titulados”.  

O prefeito Allyson Bezerra comemorou a aquisição do título pelos agricultores e lembrou da luta dos assentados por mais de duas décadas pelo título definitivo de posse da terra. “É uma entrega importantíssima. Ela dar ao agricultor de Cabelo de Bego a propriedade definitiva da sua terra dando fim a uma espera de 25 anos. Os assentados pediam e cobravam e agora com esse título de terra a espera de 25 anos chega ao fim. Isso é fundamental para que o agricultor possa, inclusive buscar recursos, buscar trabalhar melhor sua terra”.

Os agricultores agraciados com o documento também comemoraram agora poderem dizer que são donos da terra e agradeceram a oportunidade de serem contemplados com a medida.

“Para mim é um momento de muita alegria. Isso foi um sonho. Eu sonhei muitos anos com isso. Desde quando eu era garotinho que eu sonhava. Eu ouvia falar e sonhava. É uma alegria imensa eu estar recebendo esse título de terra hoje”, disse emocionado o agricultor Antônio Freire Neto. Ele tem 68 anos e mora na comunidade desde a fundação.

“É muita felicidade para a gente. Um espera de 25 anos e agora a gente está com a nossa terra em mão. Isso aqui é um tesouro. Nós tanto esperamos para alcançar e chegou em nossas mãos”, disse a agricultora Maria Bezerra.

“Graças a Deus vamos muitos anos que estamos esperando esse momento. E hoje nós conseguimos”, resumiu a agricultora Maria de Fátima.

OUTRAS AÇÕES

Ainda durante a cerimônia, o prefeito Allyson Bezerra anunciou para os agricultores presentes a reforma da Escola Adolfo Sabino da Silva. Ele contou que a medida é um apelo da população. A estrutura física vai passar por melhorias.

“É uma solicitação e um apelo dos moradores de Cabelo de Nego. A reforma começa na próxima semana. Nós vamos iniciar essa reforma. Teremos a manutenção dos banheiros, do telhado. A estrutura física da escola vai passar por melhorias e vamos entregar uma escola melhor para os estudantes daqui de Cabelo de Nego.

Postado em 15 de abril de 2021