Mossoró/RN, 15 de Maio de 2021

Isolda ouve artistas mossoroenses e discute medidas para o setor cultural do RN

A deputada Isolda Dantas (PT) reuniu virtualmente na noite desta quarta-feira (14), artistas mossoroenses para ouvir as reivindicações e propostas dos artistas locais frente às dificuldades da pandemia. A reunião deu continuidade à agenda política de diálogo de Isolda com setores em situação de vulnerabilidade pelo Rio Grande do Norte.

O encontro contou com a participação de 50 artistas (músicos, atores e atrizes, produtores culturais, de eventos, artistas circenses, artistas plásticos, profissionais do audiovisual, bailarinos). A deputada se mostrou sensível às demandas e anseios da classe artística porque conhece a situação que estão enfrentando, justamente, por não terem vínculo de emprego formal. “Em 2020 consegui aprovar o remanejamento de recursos dos sorteios do Programa Nota Potiguar para o Fundo Estadual de Cultura a fim de que fossem desenvolvidos editais e projetos culturais no Rio Grande do Norte e a governadora atendeu e concretizou, gerando trabalho e renda para o setor e este ano conseguimos aprovar novamente, destacou Isolda. 

Os artistas apresentaram a realidade de colegas em situação extrema de vulnerabilidade social que dependem diretamente do funcionamento de restaurantes, bares, escolas, academias, teatros e casas de shows que geram sustento das famílias. Diante da realidade da pandemia, fizeram falas de pedido de socorro e urgência, e atenção por medidas emergenciais.

Crispiniano Neto, Presidente da Fundação José Augusto (FJA), representando o governo do estado, participou da reunião, prestou conta das ações e projetos realizados pelo governo para auxílio aos artistas do RN, ouviu também demanda do setor e anunciou que a partir de projeto Nota Potiguar, da deputada Isolda, a cultura será beneficiada com o valor de R$ 700 mil reais, ainda em 2021, para serem investidos em editais, gerando trabalho e renda para o setor cultural em todo o estado. 

Os artistas foram os primeiros a parar e não se sabe quando irão voltar, pois as atividades artísticas prescindem aglomerações e é preciso fazer o distanciamento social para conter a contaminação pelo vírus. A deputada ressalta que “De fato é um dos setores mais afetados. A minha função parlamentar é criar meios de oportunidades e é isto que estou fazendo.”. Isolda se colocou à disposição para buscar medidas mais diretas junto à Fundação José Augusto, em parceria com as secretarias estaduais e diálogo com a governadora Fátima. Outra pauta importante ressaltada pelos artistas foi a falta de compreensão e diálogo com a prefeitura de Mossoró.“

Neste momento, é fundamental que sejam elaborados projetos e editais, pensando um plano municipal e estadual, direcionado, para os que fazem cultura consigam passar por esta crise com menos dificuldade, além de viabilizar o desenvolvimento cultural local através de instrumentos que tornem melhor a condição de quem vive da cultura e de quem consome a cultura local. O momento não é de dificultar ainda mais a situação.”, apontou Isolda.

Postado em 15 de abril de 2021