Mossoró/RN, 19 de Junho de 2021

Sistema Hapvida, em parceria com a UFC, une-se em projeto de pesquisa na área de tecnologia e inovação para a saúde

Os investimentos na área de inovação são constantes no Sistema Hapvida. Prova disso é que, na última semana, a empresa celebrou um marco histórico em prol da inovação e da democratização da tecnologia no país: vai contribuir e disponibilizará recursos a partir da sua experiência com a saúde para o Centro de Referência em Inteligência Artificial (CEREIA), da Universidade Federal do Ceará (UFC). O trabalho será em conjunto com a Maida.health, empresa do Sistema Hapvida que tem o objetivo de promover acesso à saúde por meio da inovação e possui ampla experiência em Inteligência Artificial.

A proposta irá compor os Centros de Pesquisa Aplicada (CPAs) em Inteligência Artificial espalhados pelo Brasil. Serão seis novos centros dedicados ao desenvolvimento de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação. O Centro de Referência em Inteligência Artificial do Ceará, por exemplo, tem como propósito desenvolver projetos por meio da área da saúde, que engloba transformação digital, internet das coisas e big data e, também, outras áreas focadas na prevenção, diagnóstico e terapêutica de baixo custo.

A Maida.health conta com uma direção de Pesquisa e Desenvolvimento em Inteligência Artificial e acredita que o investimento fortalecerá ainda mais a capacidade que a empresa possui em recepcionar a relação com o meio científico. Além dela, a UFC conta com a parceria de três Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs): Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Universidade de Fortaleza (UNIFOR) para executar a iniciativa.

Segundo Pedro Alcântara, sócio da Maida.health, investimentos na área da pesquisa são fundamentais, pois voltam para a sociedade como serviços que beneficiam a saúde e promovem a qualidade de vida. De acordo com ele, a Maida participou ativamente no desenvolvimento do projeto, através das linhas de atuação que foram inicialmente levantadas pela empresa e por meio da interação com algumas áreas do Sistema Hapvida. “O trabalho de IA envolve usar dados para gerar modelos que automatizam algum aspecto de um negócio. A Maida vai atuar ajudando no pré-processamento de dados e nas discussões dos modelos criados, para que os resultados sejam os melhores possíveis”, ressalta Pedro.

Todo o trabalho que será realizado no CEREIA contará com a parceria do Sistema de Saúde Hapvida, que também entrará com uma contrapartida do investimento feito pelos agentes públicos. O edital garante recursos de R$5 milhões para os cinco primeiros anos, oriundos do consórcio, e o Hapvida fornecerá o mesmo valor e terá acesso aos produtos desenvolvidos. O consórcio do edital é formado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br).

Inovação em saúde

Na pandemia, o Sistema Hapvida ampliou seus trabalhos de inovação. Em um ano, já foram realizados uma estruturação e melhorias para atender mais e melhor seus clientes. Um exemplo disso, é a telemedicina que se tornou uma grande aliada no combate à pandemia da Covid-19. Este serviço, criado também com a colaboração da Maida.health, já conta com mais de com mais de 580 mil teleconsultas realizadas desde abril de 2020. Recentemente, foi lançado o novo portal de teleconsultas. Por meio da plataforma, é possível realizar consultas eletivas e de urgência para síndromes gripais e Covid-19, além de diversas outras especialidades.

Outro exemplo de inovação da Companhia é o “Atendimento 5 Estrelas”, pesquisa para avaliar os atendimentos realizados, termômetro que nos auxilia na melhoria contínua.

Postado em 12 de maio de 2021