Mossoró/RN, 18 de Junho de 2021

Governo do RN investe e amplia estrutura da Polícia Civil

O Governo do Rio Grande do Norte inaugurou na manhã desta quarta-feira (26) o Complexo Anticorrupção, integrado pelo Departamento de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (Deccor-LD), criado na gestão atual, e Departamento de Inteligência Policial (DIP), da Polícia Civil (PCRN).

O Complexo foi instalado no prédio do estado onde funcionava o antigo SINE, na Cidade da Esperança, em Natal. Na ocasião, a governadora Fátima Bezerra e o vice-governador Antenor Roberto também entregaram um auditório e estande de tiros, na sede da Degepol.

O auditório conta com 150 lugares, ambiente com acessibilidade, sistema de som e imagem integrado. O estande tem capacidade para até dez pessoas, sistema de exaustão, isolamento acústico e paredes reforçadas, o que possibilitará o treinamento continuado de policiais.

“Muito me alegra estar aqui hoje, nesse momento de celebração, de conquistas, entregando esses equipamentos para melhorar as condições de trabalho dos policiai civis. Tenho muito orgulho do esforço que o nosso governo vem fazendo pela segurança pública”, declarou a governadora, ao citar as ações da gestão para a pasta.

Entre elas, Fátima Bezerra lembrou a implementação do Serviço de Atendimento à Mulher 24h, bem como o Núcleo Policial de Enfrentamento ao Crime de Feminicídio, na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A governadora também mencionou a criação do Núcleo de Investigação Policial de Mortes de Agentes de Segurança Pública (Nimas), na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). “É revoltante quando vemos um agente de segurança ser morto covardemente. Esse núcleo é pra dar foco às investigações para que esses crimes não fiquem impunes”, destacou.

Apresentando ações, Fátima também lembrou as promoções e contratações por meio de concurso público para a Polícia Militar, Itep e Polícia Civil, que está em fase de contratação da banca examinadora.

Recursos

Foram utilizados recursos oriundos de acordo judicial celebrado na Justiça do Trabalho entre o Ministério Público do Trabalho e o Detran, que destinou R$ 700 mil para a Polícia Civil aplicar em infraestrutura e equipamentos. A verba foi arrecadada por meio de condenação judicial.

O diretor regional do Ministério Público do Trabalho, Alessandro Gonçalves, avaliou imprescindível a valorização da Polícia Civil: “A obra é resultado da construção da parceria com o MPT demonstrando a confiança, a solidariedade e o respeito mútuo. Para o Ministério Público do Trabalho, é verdadeiro motivo de contentamento”.

A delegada geral da Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva disse que a sobra também foi para reforma de delegacias no interior do estado. “Todos os agentes e escrivães se somam aos delegados no trabalho de reconstrução da nossa instituição, com apoio irrestrito da governadora”, disse Ana Cláudia.

Também integraram a mesa da cerimônia o deputado estadual Bernardo Amorim; os secretários da Segurança Pública e da Defesa Social, Coronel Araújo; da Infraestrutura, Gustavo Coelho; delegado-geral adjunto da Defesa Civil, Ben-Hur Medeiros; a presidente da Associação dos Escrivães, Priscila Ferreira; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Luís Idalino Pinheiro; e a servidora Eva, representando o Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança do Rio Grande do Norte (Sinpol).

Postado em 26 de maio de 2021