Mossoró/RN, 27 de Outubro de 2021

Turismo do RN em parceria com Rally do Sertões realiza doação de 13 toneladas de alimento

O braço social do maior rally das Américas conclui mais uma importante etapa, com a doação de mil cestas básicas. Na manhã desta quinta-feira (01), a Secretaria de Estado do Turismo do Rio Grande do Norte (SETUR/RN) e a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) iniciaram a distribuição da doação de mais de 10 mil quilos de alimentos que serão destinadas às pessoas que sofreram com o impacto econômico devido a pandemia.  

As doações serão entregues aos trabalhadores formais e informais da cadeia do turismo e da cultura do RN que tiveram suas rendas impactadas no último ano. Com isso, uma força tarefa foi realizada na SETUR/RN e Emprotur para organizar e distribuir as doações. “O turismo foi um dos setores mais afetados com a pandemia, estamos unindo esforços para garantir que as cestas básicas doadas pelo Rally dos Sertões cheguem logo a quem precisa. Para o Governo do RN é uma alegria sediar um evento que possui valores que vão muito além da competição, que traz impresso em sua marca ações de solidariedade, sustentabilidade e pensa em deixar legados por onde passa”, destacou Aninha Costa, secretária de Estado do Turismo.

“O Sertões tem o social no seu DNA. Em 2020, com o início da pandemia, ampliamos as ações, até então mais focadas nos atendimentos médicos gratuitos, angariando recursos para a doação de 12 mil cestas básicas que foram distribuídas nas cidades do roteiro da competição. Estas cidades sempre nos receberam com muito carinho, foram impactadas financeiramente em função da pandemia e queríamos retribuir de alguma forma. E agora temos a oportunidade de poder ajudar minimamente algumas famílias do Rio Grande do Norte, sede da largada do Sertões 2021, com a doação destas mil cestas básicas.” Leonora Guedes, VP de Operações do Sertões.

Para o Instituto Nacional do Desenvolvimento (INDE), parceiro do Sertões nas ações de inclusão social e cidadania, é muito recompensador atingir as comunidades por onde o Sertões passa: “Essa é uma característica única que só o Rally pode viabilizar. Torcemos para que mais pessoas e ou empresas entendam a dimensão que o Sertões atingiu em seus 29 anos de existência. Temos que valorizar eventos desta magnitude no qual o esporte e as ações sociais colaboram para uma sociedade mais justa”, pontuou Marcelo Carneiro, presidente do INDE.

Postado em 1 de julho de 2021