Mossoró/RN, 26 de Outubro de 2021

Por crise hídrica, Aneel adianta operação de 5 novos parques eólicos no RN e BA

Por Lucas Pordeus Leon – Repórter da Rádio Nacional – Brasília

Em meio à crise hídrica e a alta dos preços da energia, a Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel, autorizou o início da operação de mais 5 parques eólicos nos estados da Bahia e Rio Grande do Norte. Com isso, o país terá mais 92 MegaWatts de capacidade instalada ao sistema elétrico brasileiro, o que representa aproximadamente 0,05% do total fiscalizado hoje pela Aneel.

Apesar de ser um crescimento relativamente pequeno, a expansão da energia eólica no Brasil ocorre de forma sustentada há pelo menos 10 anos, e já representa 11% do total da energia que consumimos, sendo a mais barata de todas.

A presidente da Associação Brasileira de Energia Eólica, Elbia Gannoum, ressaltou que nos momentos de mais vento, a energia eólica chega a 20% do total produzido no país. Segundo ela, este tipo de energia está crescendo cerca de 15% ao ano.

A produção desse tipo de energia bateu recorde no dia seis de agosto deste, quando, chegou a 104% de toda a energia consumida no Nordeste, podendo exportar parte para o sudeste, como explicou André Luiz, diretor do Departamento de Informações e Estudos Energéticos do Ministério de Minas e Energia. Segundo ele, são mais de 730 parques eólicos em operação em todo o país, sendo 80% deles localizados no nordeste.

Além de autorizar a operação de cinco novos parques eólicos, a Agência Nacional de Energia Elétrica também autorizou o início dos testes em três outras usinas, também no Rio Grande do Norte, com capacidade para gerar mais 29 megawatts de energia.  

*Com produção de Ariane Póvoa.

Postado em 6 de setembro de 2021