Mossoró/RN, 20 de Setembro de 2021

Ministério Público, OAB e ALRN são acionados para acompanhar agressão a quilombola de Portalegre

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal enviou dois ofícios para as Comissões de Direitos Humanos, uma da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a outra da Assembleia Legislativa do RN (ALRN), solicitando que as entidades acompanhem o caso de agressão e violência contra um quilombola agredido e arrastado na cidade de Portalegre.

Além dessa ação, a vereadora e presidenta da Comissão de DH, Divaneide Basílio (PT-natal) entrou com uma representação no Ministério Público Federal (MPF) para que o órgão tome ciência dos fatos e proceda com as devidas providências cabíveis.

“Esse é mais um caso de racismo que se manifesta de forma violenta, desumana e nós não podemos tolerar”, desabafou a presidenta. “Me dói na alma saber desse tipo de violência contra as pessoas negras e pensar em quantas vidas ancestrais enfrentaram as mesmas agressões. Nossas vidas importam, e importam muito”, completou.

A Comissão de Direitos Humanos é composta pelos vereadores Brisa Bracchi (PT), Divaneide Basílio, Heberth Sena (PL), Pedro Gorki (PCdoB) e Robério Paulino (PSOL).

No mesmo sentido, a governadora Fátima Bezerra se prontificou e através de uma rede social, afirmou que acionou a Polícia Civil e a Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos para também acompanhar o caso.

Postado em 14 de setembro de 2021