Mossoró/RN, 16 de Outubro de 2021

Final de ano deve gerar 8.500 empregos temporários no comércio

O segundo semestre será animador para o mercado de trabalho potiguar. A Fecomércio RN prevê a criação de 8.500 empregos temporários para o final do ano, abastecendo o comércio que será movimentado com as vendas no Dia das Crianças, Black Friday e Natal. 

Entre os meses de setembro a dezembro, são previstas cerca de 10% a mais de contratações do que no ano passado, quando 7.764 pessoas foram empregadas no mesmo período, de acordo com dados do Caged, analisados pelo Instituto Fecomércio. 

“Esses números confirmam a nossa expectativa positiva para o segundo semestre. Outro dado animador para a economia potiguar é a recuperação de empregos formais. Até agosto deste ano, segundo dados do Caged, o saldo no mercado de trabalho com carteira assinada do Rio Grande do Norte é de 23,9 mil, enquanto que nos primeiros oito meses de 2020 o saldo era negativo de 11,6 mil vagas”, afirmou o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. 

No Comércio, foram -3.208 empregos entre janeiro e agosto do ano passado contra +5.744 no mesmo período deste ano, um saldo de +2.536 postos de trabalho. No setor de Serviços, nos oito primeiros meses de 2020 e 2021, foram -6.313 e +11.285, respectivamente, um saldo de +4.972. 

Sobre as vendas, especificamente no varejo, foi registrado um crescimento de 9,5% em julho. “Nossa expectativa é que possamos fechar o ano com um crescimento das vendas de 5% a 7%”, disse Queiroz. 

Postado em 30 de setembro de 2021