Mossoró/RN, 06 de Dezembro de 2021

Cia Pão Doce conquista cinco prêmios em festival nacional de teatro

A Cia Pão Doce de Teatro foi premiada no Festival Nacional de Teatro de Congonhas-MG (PROFEST 2021) realizado pelo grupo Terceiro Sinal. A companhia mossoroense recebeu cinco prêmios entre categorias que avaliaram atuação dos atores e que analisaram o espetáculo “A casatoria c’a Defunta”. A versão on-line do espetáculo recebeu 11 indicações.

A Cia Pão Doce conquistou os seguintes prêmios: Melhor Maquiagem; Melhor Figurino (Marcos Leonardo); Melhor trilha sonora (Romero Oliveira); Melhor atriz coadjuvante (Lígia Kiss); e Melhor ator coadjuvante (Raull Davyson).

A atriz Lígia Kiss destacou que além de conquistar as cinco premiações, a Cia Pão Doce ficou em 2⁰ lugar na categoria de Melhor Espetáculo Digital escolhido pelo público e júri técnico. A artista agradeceu a todos que colaboram com essa trajetória de sucesso da companhia.

“A arte e a alegria nunca foram tão necessárias e importantes para nos mantermos de pé. É um dos meus objetivos como artista e cidadã, trabalhar para compartilhar positividade. Receber uma premiação me faz refletir mais e mais com atenção e responsabilidade artística. A Cia Pão Doce existe há 19 anos, muitos dos artistas aqui da cidade colaboraram ou colaboram para essa existência. Desde 2014 com a estreia da Casatoria c’a defunta nós seguimos conquistando em festivais, editais, mostras de cultura, premiações. Isso tudo é dedicação, foco e gratidão aos parceiros que somam conosco nessa caminhada.

Com a pandemia (veio o grande susto e incertezas) tivemos que readaptar nossos trabalhos e agendas. E desde então participamos de mais de 26 festivais e mostras virtualmente. Sou grata aos meus pares da Cia Pão Doce por acreditarem em meu trabalho, dedicação e seguirmos juntos desbravando e colorindo esse mundo com nossa arte. O ano ainda não acabou e iremos já já compartilhar com vocês mais projetos”, disse Lígia Kiss.

O ator Raull Davyson, que foi premiado como Melhor ator coadjuvante, ressaltou a emoção do reconhecimento pelo trabalho de dedicação à arte. “É muito emocionante ser reconhecido por um trabalho. A gente fica muito feliz com esse reconhecimento, principalmente vindo de um festival como o PROFEST, no meio de tantos artistas e grupos a nível nacional. Receber esse prêmio significa muito, significa como se fosse um aval e que o trabalho foi bem realizado, bem feito. Muito gratificante receber o prêmio pela atuação, não só o meu prêmio, mas o prêmio de toda companhia que tem um trabalho tão primoroso”, comentou Raull Davyson.

A Cia Pão Doce de Teatro desenvolve desde 2002 projetos na área de artes cênicas, música, audiovisual e dramaturgia em Mossoró. A partir de 2012, com a primeira edição do projeto Pão Doce da Rural, o grupo passou a dedicar a sua pesquisa e produções no âmbito da cultura popular nordestina, visando preservar e difundir a partir do teatro as manifestações populares como o cordel, o repente, o coco, a ciranda, o maracatu, o pastoril, caboclinhos, entre outras expressões. O grupo já contemplou mais de 20 zonas rurais com seus projetos. Desde então, a companhia realizou a montagem de 11 espetáculos, circulou por 19 estados, entre mais de 120 cidades do país. Foi através do espetáculo “A Casatória c’a Defunta”, que a Cia. Pão Doce ganhou visibilidade e reconhecimento nacional, quando participou do maior projeto de circulação artística do país, o Palco Giratório 2016, patrocinado pelo Sesc e Sistema Fecomércio. O grupo também circulou pelos principais Festivais de Teatro do país.

A Secretaria Municipal de Cultura parabeniza a Cia Pão Doce pelas novas conquistas. Conheça mais o trabalho em prol da cultura realizado pela Cia Pão Doce na rede social da companhia (@ciapaodoce). Atualmente, a Cia Pão Doce está em cartaz virtualmente com o espetáculo “Canções daqui, contos do mundo”. Esse foi o primeiro projeto disponibilizado no canal oficial da Prefeitura de Mossoró no YouTube. O espetáculo é um dos projetos realizados com recursos do Prêmio Fomento de Incentivo à Cultura Maurício de Oliveira 2019.

Postado em 18 de outubro de 2021