Mossoró/RN, 05 de Dezembro de 2021

Fátima e Allyson exaltam apoio ao futebol profissional, mas ainda não apresentaram políticas públicas de acesso ao esporte

BLOG DO MAGNOS

A governadora Fátima Bezerra vibrou bastante no domingo (17) com o acesso do ABC à Série C. Ela vestiu a camisa e foi ao estádio. Comemorou a vitória e exaltou o apoio do seu governo ao ABC e América, por meio da Nota Potiguar. Mesmo apoio já havia sido dado ao Campeonato Estadual.

O prefeito Allyson Bezerra também já comemorou a atuação da sua gestão relacionada com o futebol profissional. Primeiro a liberação do Nogueirão para realização de jogos e, posteriormente, para receber o público. Além disso, também tem seguido a tradição de dar apoio financeiro aos clubes profissionais.

São apoios importantes e que até devem ser incentivados. Mas Governo e Município precisam começar pelo começo e não pelo fim. E nessa área, o começo para o poder público, seja de qual esfera for, é propiciar o acesso ao esporte, especialmente nas camadas mais pobres da população.

Infelizmente, Fátima segue a rotina de governos anteriores de não olhar para o esporte amador. Alguém conhece alguma competição realizada pelo Governo do RN? Com quase três anos de gestão, não dá nem para justificar com a pandemia.

Allyson até pode dizer que a pandemia impediu a realização de competições, mas não foi empecilho para planejamento e apresentação de calendário, nem que seja para 2022, embora o esporte já esteja de vento e popa em todas as partes de Mossoró. Mas não há sinal de construção de um projeto, pelo menos em que os atores do esporte amador da cidade tenham sido consultado.

A verdade é que a governadora e o prefeito se escoram no futebol profissional, por falta de políticas públicas de acesso ao esporte para se sustentarem.

E esse não é um problema de agora, é de sempre. O esporte simplesmente é historicamente ignorado. Precisamos mudar isso.

Postado em 18 de outubro de 2021