Mossoró/RN, 29 de Novembro de 2021

Médico alerta sobre prevenção e destaca bons resultados em diagnóstico precoce do câncer de mama

Na campanha Outubro Rosa, realizada durante todo o mês de outubro pela conscientização com relação ao câncer de mama, as palavras “prevenção” e “diagnóstico precoce” andam juntas, com foco de informar e esclarecer a sociedade sobre a doença.

O diretor do setor de oncologia do Sistema Hapvida, médico Alexandre Gomes, alerta para a necessidade de se trabalhar o diagnóstico precoce do câncer de mama. O profissional explica que com o diagnóstico precoce, as chances de sucesso no tratamento chegam até a 99%.

No entanto, ele explica também que é preciso, junto com o diagnóstico precoce, fazer a prevenção da doença.

Entre as medidas necessárias, ele cita como fundamentais para prevenir o câncer de mama, o controle do sobrepeso e o acompanhamento nutricional. O médico ainda orienta as pessoas a evitar comidas enlatadas e processadas. Este tipo de alimentação pode ser fator de risco com relação ao câncer.

Ele também lembra que mulheres que amamentam estão menos propensas a ter a doença. “A amamentação é um fator de proteção ao câncer de mama, a mulher que amamenta tem um risco menor de câncer de mama”, destaca.

Por outro lado, o profissional lembra que o cigarro e o consumo de álcool devem ser evitados, pois são potencializadores do câncer. “O tabagismo e o etilismo aumentam a frequência dos casos”, resumiu o profissional.

Sobre o Sistema Hapvida

Com mais de 7,1 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como um dos maiores sistemas de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do RN Saúde, Medical, Grupo São José Saúde, Grupo Promed, além da operadora Hapvida e da healthtech Maida. Atua com mais de 37 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 47 hospitais, 199 clínicas médicas, 47 prontos atendimentos, 172 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.

Postado em 31 de outubro de 2021