Mossoró/RN, 05 de Dezembro de 2021

Movimento Pacto pela Vida é retomado com objetivo de ampliar cobertura vacinal contra a Covid-19 no RN

Órgãos públicos e gestores do Rio Grande do Norte retomaram o movimento Pacto pela Vida, com o objetivo de discutir estratégias para enfrentamento da fase atual da pandemia de covid-19 no estado. O principal desafio é ampliar a cobertura vacinal da população potiguar, principalmente em relação à segunda dose. Assinam o pacto o Ministério Público do Trabalho no RN, o Ministério Público Federal, o Ministério Público do Estado do RN, a Defensoria Pública do Estado do RN, o Governo do Estado, prefeitos representados pela Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), a Procuradoria Geral do Estado, o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e vários secretários, além de representações das Unidades Regionais de Saúde Pública (Ursaps).

De acordo com nota conjunta, “está havendo, dia a dia, aumento da taxa de ocupação e do número de solicitações por leitos críticos no REGULA-RN”. Ainda segundo o documento, o portal RN Mais Vacina aponta que mais de 200 mil pessoas não tomaram a segunda dose no estado, provando que “o aumento do número de internações e ocorrência de óbitos estão relacionados, em boa parte dos casos, à ausência de imunização ou de completude do esquema vacinal ou de ausência da 3ª dose de reforço”.

Os órgãos reforçam, portanto, a importância da manutenção dos protocolos sanitários e da completude do esquema vacinal para preservar vidas.

Foto: Matheus Britto

Postado em 3 de novembro de 2021