Mossoró/RN, 28 de Novembro de 2021

Brisanet vence 3 Lotes no Leilão do 5G e vai investir cerca de R$ 2 bilhões até 2030

A Brisanet sagrou-se vencedora em 3 Lotes no Leilão do 5G conduzido pela Agência Nacional deTelecomunicações (“Anatel”) para obtenção do direito de uso de radiofrequências em caráter primário de 2 blocos regionais de 80 MHz na faixa de 3,5 GHz, sendo 1 bloco no Nordeste e 1 no Centro-Oeste, bem como 1 lote de 50MHz na região Nordeste na faixa de 2,3 GHz, todos eles pelo prazo de 20 (vinte) anos, prorrogável a título oneroso, na forma da regulamentação vigente à época do vencimento.

O valor ofertado pelo bloco Nordeste de 3,5 GHz foi de R$1.250 milhões, sendo R$13,4 milhões a serem pagos em reais – com faculdade de serem parcelados pelo prazo da autorização de uso – adicionados ao compromisso de oferecer cobertura 5G em 1.423 cidades com menos de 30 mil habitantes (conforme lista disponibilizada no Anexo XIV-B do Edital do Leilão) até 2029, e de ágio-compromisso de oferecer cobertura 5G em 1.148 localidades em municípios com menos de 30 mil habitantes em 2030.

O valor ofertado pelo bloco Centro-Oeste de 3,5 GHz foi de R$ 105 milhões, sendo R$ 43 milhões a serem pagos em reais – com a mesma possibilidade de parcelamento citada acima – adicionados do compromisso de oferecer cobertura 5G em 383 cidades com menos de 30 mil habitantes até 2029, e de ágio-compromisso de oferecer cobertura 5G em 57 localidades em municípios com menos de 30 mil habitantes em 2030.

O valor ofertado pelo bloco Nordeste de 2,3 GHz foi de R$111,4 milhões, a serem integralmente desembolsados em reais, com a mesma possibilidade de parcelamento citada acima. Adicionalmente, a Companhia assume o compromisso de oferecer cobertura com ERB 4G em 30 cidades com menos de 30 mil habitantes (95% da área urbana) bem como cobertura 4G em cerca de 2.767 localidades que atualmente não possuem cobertura.

O investimento estimado total para honrar os compromissos acima é de cerca de R$2 bilhões até 2030.

Segundo José Roberto Nogueira, fundador e Diretor-Presidente da Companhia, “a Brisanet trabalhou com dedicação para que o modelo do 5G no Brasil contemplasse a participação das operadoras regionais. A nossa vitória nesses blocos, que se complementam em termos geográficos, consolida o crescimento da Brisanet em sua região de origem, além de viabilizar a estratégia de expansão de um modelo de sucesso na prestação do serviço de telecomunicações de qualidade em outras regiões do país, começando pela região Centro Oeste. A fibra ótica abriu caminho e a operação integrada com o 5G será o futuro.”

A assinatura dos Termos de Autorização e o início da prestação do serviço na faixa de 3,5GHz ocorrerá com a liberação do espectro, ou seja, a partir da segunda metade de 2022, obedecendo cronograma gradual estabelecido pela Anatel para este espectro.

Postado em 4 de novembro de 2021