Mossoró/RN, 05 de Dezembro de 2021

Concerto especial da Orquestra Sinfônica do RN celebra a obra de Elino Julião

No Dia Estadual do Forró, a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte realizou o concerto especial em homenagem ao grande compositor potiguar, aniversariante da noite deste sábado (13), o saudoso Elino Julião. O dia do nascimento do forrozeiro, que veio ao mundo há exatos 85 anos na cidade seridoense Timbaúba dos Batistas, deu origem à data instituída para celebrar o gênero musical que move o Nordeste no mesmo ritmo e no mesmo compasso. Com a presença do governador em exercício Antenor Roberto, o evento foi realizado no Papódromo, localizado no Centro Administrativo do Estado, espaço recentemente reinaugurado e entregue à OSRN como sua casa oficial. 

Em sua última agenda antes de transmitir o cargo à governadora Fátima Bezerra, que encerrou missão na Dinamarca, Antenor enfatizou o lançamento do edital Glorinha Oliveira, que destinará – através da Fundação José Augusto (FJA) – o montante de R$ 1,8 milhão aos trabalhadores e trabalhadoras da cultura, com recursos próprios do estado e provenientes da Lei Emergencial Aldir Blanc. Ele também citou o momento de retomada de eventos, que está sendo possível graças ao cumprimento das normas de biossegurança.  

“Estamos celebrando a vida e a resistência de poder estar aqui em meio a uma pandemia que já levou tantas pessoas queridas“, disse. O procurador do estado e vice-governador elogiou a iniciativa da OSRN, que mais uma vez brinda o público com uma releitura de obras de um compositor popular. “Elino Julião vive no coração de todos nós e está sendo reavivado por nossa orquestra nesse concerto especial, que teve o mérito de reunir toda essa técnica da música erudita com o nosso cancioneiro popular numa belíssima sinergia”, enalteceu. 

Presidente da FJA, Crispiniano Neto informou que oito servidores do órgão cultural estadual foram ceifados pela Covid e, diante desta triste realidade, reforçou a necessidade da manutenção dos cuidados protocolares, como é o caso da exigência do passaporte vacinal e do uso de máscaras.  O gestor falou da alegria que foi reabrir e entregar Papódromo, em outubro, com o primeiro concerto da Sinfônica do RN após o período de isolamento social, citou a entrega da Escola de Dança do TAM e a primeira sala de Ballet em Caicó, e enumerou a série de inaugurações previstas para o mês de dezembro. 

“Iremos reinaugurar a Pinacoteca com show do Cordel do Fogo Encantado, na sequência teremos Biblioteca Câmara Cascudo, Teatro Alberto Maranhão, com uma semana de programação e, entre outras novidades, Mostra de Audiovisual com sessão do premiado filme Sideral e, finalizando, no dia 25 de dezembro, no aniversário da cidade do Natal, entregaremos a Fortaleza dos Reis Magos com show de Chico César”, disparou o poeta. 

Neemias Lopes

Diretor da OSRN, o músico Luís Antônio dedicou o concerto especial em homenagem a Elino Julião ao músico Neemias Lopes, que faleceu na última segunda-feira (08) vítima de um infarto, como também ao violoncelista Fernando José (Ted Boy) e ao percussionista José Pereira. Durante a apresentação da OSRN pelo Movimento Sinfônico, foi pedido um minuto de silêncio em homenagem aos ex-integrantes in memoriam. “Hoje é um dia especial para os potiguares. É uma honra para nós tocarmos a obra de Elino Julião”, disse emocionado. 

Ao pegar a batuta para iniciar o tão aguardado concerto, o maestro e arranjador Wiilames Costa apresentou os convidados especiais: Zé Hilton do Acordeon e os Véi do Forró, os quais acompanhavam Elino Julião em suas apresentações, e ainda a cantora Nara Costa e o cantor Isaque Galvão, que deram um brilho todo especial ao magnífico concerto especial que marcou o Dia Estadual do Forró em seu primeiro ano desde que instituído, por meio da Lei Elino Julião (Lei Estadual nº 10.908, de autoria do deputado estadual Francisco do PT), sancionada pela governadora Fátima Bezerra no dia 1º de junho de 2021. 

Também estavam presentes ao evento a subsecretária do Gabinete Civil, Socorro Batista, o diretor da FJA, Fábio Lima, e a pesquisadora Leide Câmara, membro da Academia Norte-riograndense de Letras (ANL).
Fotos: Pedro Henrique/GVG

Postado em 15 de novembro de 2021