Mossoró/RN, 19 de Agosto de 2022

Após Sama informar que não tem profissionais, Prefeitura agora depende da Neoclínica para manter UTI Pediátrica em funcionamento

A poucas horas do fim do atual contrato com a Neoclínica para a prestação de serviços médicos na UTI Pediátrica, a Prefeitura de Mossoró se viu obrigada a dar um passo atrás e buscar a renovação do vínculo.

Motivo é que a Sama não dispõe dos profissionais necessários para assumir os leitos de UTI Pediátrica, segundo informou a Prefeitura de Mossoró, em nota divulgada há pouco.

A médica responsável pelo Neoclínica, Marina Targino, informou há pouco ao PORTAL DO OESTE que ainda não tem nada assinado para continuidade dos serviços.

O atual contrato encerra hoje, e a Prefeitura de Mossoró havia comunicado que não seria renovado, pois a Sama assumiria os serviços.

Ao longo do dia, a Sama não confirmou se tinha ou não os profissionais necessários. “A SAMA dispõe de 1.400 médicos no seu quadro. Caso necessário, certamente, haverá médico onde for necessário, para qualquer um dos nossos contratantes.”, respondeu, de forma vaga, o direto geral da Sama, Diego Dantas.

Postado em 27 de dezembro de 2021