Mossoró/RN, 21 de Janeiro de 2022

Depois de autonomia financeira, professores da UERN prometem luta agora pelo plano de carreira

Em dia histórico, a governadora Fátima Bezerra sancionou ontem  (29) a Lei 11.045/2021 que estabelece a autonomia de gestão financeira e patrimonial da Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, entidade mantenedora da Uern.

A conquista da autonomia financeira efetivada hoje é o mais importante ato das últimas três décadas. Em importância histórica, ela se equipara à fundação em setembro de 1968 como uma entidade municipal, à estadualização em janeiro de 1987, e ao reconhecimento pelo Ministério da Educação em junho de 1993.

O presidente da ADUERN, professor Neto Vale lembrou em sua fala a importância da conquista da autonomia financeira, mas destacou que agora a hora é de unir forças pela aprovação dos planos de carreira de docentes e técnicos da universidade.

 “Não há direito pela metade. É hora de iniciar outra grande luta, agora é a vez do nosso plano. E não podemos passar do primeiro trimestre de 2022. O plano atual não dá conta de nossas perdas históricas, que somam mais de 200%. Sim, o Estado não tem condições de nos dar um plano desse tamanho, é verdade. Mas é verdade também que pode ser melhor do que a proposta apresentada. Tempo nunca foi o nosso problema. A Aduern, nossa gestão, já apontou o caminho, é hora de discuti-lo”. apontou Neto. 

O presidente do Sindicato aproveitou a oportunidade para celebrar o papel que a  ADUERN cumpriu em toda a sua história em busca de uma UERN mais plural e democrática. Neto falou sobre a luta de todos as  gestões e nominou, em seu discurso,  os ex-presidentes e presidentas da entidade. Ele ressaltou, em especial, a luta histórica travada pelo professor João Batista Xavier em busca da autonomia da universidade. 

” Quero homenagear em minha fala todos os ex-presidentes e presidentas da ADUERN. Cada um, à sua maneira, lutou em defesa da autonomia da universidade. Muitas das nossas gestões pautaram isso quando ainda não era nem comum falar em autonomia financeira. Para ser justo, preciso destacar a luta do professor João Batista Xavier. Você é a maior referência da história da universidade, não apenas pela pauta da autonomia, mas por toda a sua trajetória”, afirmou Neto. 

A Reitora da UERN, Cicília Maia, também endossou em sua fala a urgência por uma articulação em prol da aprovação do plano de carreira. Ela ressaltou que muito em breve a universidade deverá iniciar novas visitas aos deputados e deputadas, lembrando a importância desta pauta para a manutenção da UERN e melhoria de suas condições de trabalho e ensino.

“Contamos com o apoio de vocês para a construção de uma Uern cada vez mais forte, inclusiva, autônoma e socialmente referenciada. Chegar ao final do ano comemorando essa conquista é motivo de alegria e muita gratidão. Que 2022 seja o ano da aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários de nossos servidores e de muitas outras conquistas para a nossa Universidade. A autonomia financeira é realidade. Viva a Uern! Viva a educação pública!”, finalizou.

Postado em 30 de dezembro de 2021