Mossoró/RN, 16 de Maio de 2022

Operação Verão da Vacinação contra a Covid-19 realiza dia D neste sábado (22)

Com o objetivo de intensificar as ações de vacinação contra a Covid-19 no Rio Grande do Norte, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) promoverá a “Operação Verão de Vacinação”. O Dia D acontecerá no dia 22 de janeiro, em todas as cidades litorâneas. A ação é voltada para as pessoas que não estão em dia quanto a sua situação vacinal, independente de qual local tomaram a primeira dose. A Sesap fará a distribuição de 30 mil doses para o Dia D.

Mais de 234 mil pessoas precisam voltar aos postos de vacinação para tomar a segunda dose e mais de 600 mil para terceira dose. Toda a população acima de 12 anos poderá estar iniciando ou complementando seu esquema vacinal contra a Covid-19.

A Sesap orienta aos municípios que adotem estratégias e ações para reforçar a divulgação para o público que está frequentando o litoral do RN. “Destacamos a importância da população completar o ciclo vacinal, mesmo após o prazo recomendado pelos fabricantes das vacinas. Além disso, atingir àqueles que já estão no momento de tomar a dose de reforço. É importante ressaltar que podem ser vacinadas pessoas de outros estados, independente da localidade”, afirma Kelly Lima, coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap.

A Secretaria de Turismo do RN é parceira da ação e destaca a importância de sensibilizar o turista quanto à vacinação.  “O turismo está comemorando uma boa alta temporada após um longo período de crise no setor, mas com o aumento do fluxo de visitantes no estado, cresce também a nossa responsabilidade com a consolidação do Turismo Responsável, desde o cumprimento dos protocolos de biossegurança à vacinação. Queremos sensibilizar o maior número de turistas quanto à importância da vacinação”, enfatiza Aninha Costa, secretária de Turismo do RN.

Nesse sentido a realização dessa ação visa promover o acesso à vacinação em locais onde atinjam um maior público nesse período de alta estação. É fundamental que os locais de aplicação, mesmo sendo nas praias, sejam ventilados, com controle da temperatura, para o acondicionamento correto dos imunizantes. “Dessa forma os municípios poderão fazer o pedido antecipado das doses caso não tenha doses suficientes, sendo preferencialmente a reposição das doses utilizadas na ação”, finaliza a coordenadora.

Postado em 21 de janeiro de 2022