Mossoró/RN, 06 de Julho de 2022

Prefeitura de Mossoró recusa informar postos de combustíveis que receberam pagamento via empresa de gerenciamento

A Prefeitura de Mossoró recusou informar detalhes dos gastos com combustíveis ao Portal do Oeste.

A solicitação de informações foi feita na terça-feira (22), e somente nesta sexta-feira (25), o Município enviou resposta vazia, que não atende a nenhum dos questionamentos feitos.

O Portal do Oeste fez as seguintes perguntas:

Quais foram os postos que receberam recursos via Maxifrota?

Quais os valores repassados a esses postos?

Quais os critérios para credenciamento dos postos?

A Prefeitura de Mossoró limitou a resposta em informar que “a Maxxi Frota possui uma ampla rede de postos credenciados, inclusive com desconto de R$ 5,19 sobre o valor comercializado no mercado. Todo o processo de credenciamento dos postos é realizado pela empresa, não tendo o município qualquer relação quanto a isso”.

De acordo com dados do Portal da Transparência, em março de 2021, a Maxifrota ganhou um contrato de R$ 4.667.951,39 para gerenciamento e controle de aquisição de combustíveis para o abastecimento de veículos, tratores e acoplados da Prefeitura de Mossoró.

Desse montante, a Maxifrota recebeu R$ 1.668.327,45 até o final do ano passado. Não é possível informar o valor repassado este ano, pois o Portal da Transparência ainda não conta com nenhum dado de 2022.

Com a negativa das respostas, não é possível identificar quais postos receberam recursos públicos da Prefeitura de Mossoró e com quais critérios eles foram contratados. Essas informações também não estão disponíveis no Portal da Transparência.

A contratação da Maxifrota permite que qualquer posto possa se tornar fornecedor da Prefeitura de Mossoró sem licitação, possivelmente com o critério de indicação do próprio prefeito Allyson Bezerra.

Observação: O desconto previsto em contrato é de 5,19% e não de R$ 5,19, como informado, erroneamente, na nota da Prefeitura de Mossoró.

Postado em 25 de fevereiro de 2022